Zapatillas nike zapatillas reebok nike air max blancas ropa abercrombie gafas ray ban zapatillas under armour gafas de sol ray ban Gafas carrea new balance hombre botas futbol zapatillas asics new balance mujer zapatos casuales Zapatillas air jordan nike sb nike corte zapatillas vans zapatos timberland zapatillas sport zapatos de mujer nike free puma zapatillas zapatos gucci botas de futbol nike presto gorras new era Gafas oakley bolsos louis vuitton
Zapatillas nike zapatillas reebok nike air max blancas ropa abercrombie gafas ray ban zapatillas under armour gafas de sol ray ban Gafas carrea new balance hombre botas futbol zapatillas asics new balance mujer zapatos casuales Zapatillas air jordan nike sb nike corte zapatillas vans zapatos timberland zapatillas sport zapatos de mujer nike free puma zapatillas zapatos gucci botas de futbol nike presto gorras new era Gafas oakley bolsos louis vuitton
new balance uk jordan trainers Adidas Stan Smith uk nike free 5.0 uk oakley sunglasses uk timberland boots uk nike air max sale saucony trainers Longchamp uk adidas football boots uk polo shirts uk louis vuitton uk adidas neo uk nike air force 1 uk cheap ray bans uk hollister uk balenciaga trainers nike trainers uk adidas trainers Adidas Superstar uk nike football boots uk nike air force uk puma uk abercrombie and fitch uk gucci belt uk nike shox uk jimmy choo uk nike blazers uk giuseppe zanotti uk adidas tubular uk
puma chaussure nike corte new balance femme nike flynit polo lacoste vetement chaussure sport adidas nmd Sac michael kors Sac longchamp Chaussure vans chaussure reebok nike air max nike shox adidas superstar Chaussure adidas nike free run femme chaussure de sport lunette ray ban Chaussure puma christian louboutin adidas zx flux chaussures de foot adidas femme Chaussure louboutin chaussure bateau Sac louis vuitton chaussure de foot polo ralph lauren chaussure de marque Chaussure nike Bijoux nike roshe run femme nike blazer lunette de soleil chaussure femme
Menu principal
Página inicial
Notícias
Galeria de fotos
Loja virtual
Fale conosco
Morro de São Paulo
A História
O que fazer de dia
Comércios e Serviços
Meio Ambiente
Eventos
Férias Bahia
Férias Brasil
Está na hora
Promoções
Apresentação
O que fazer a noite
Bairros
Como Chegar
Taxi Aereo
De Avião
De Catamarãs
Via Terrestre
Rotas rodoviárias
Transfer Terrestre
Hotéis e pousadas
Localização
Hospedagem
Escolha onde ficar
Melhores Hospedagens
Em destaque
Pacotes promocionais
Novidade
Promoções da Hora
Festival de primavera
English
Onde Comprar
Dica Info
Video
Informações em Espanhol
Espanhol
Italiano
Praias
Primeira Praia
Segunda Praia
Terceira Praia
Quarta Praia
Quinta Praia
Praia do Encanto
Praia Pequena
Praias próximas a vila
Prainha do Forte
Porto de Cima
Ponta da Pedra
Praias nas redondezas
Gamboa
Garapuá
Praia Argila Medicinal
Pratigi
Boipeba
Ponta do Curral
Ponta do Curral
O Que Fazer
Baleia Jubarte
City Tour
Trilhas de Aventura
Esportes náuticos
Ponta do Curral e Gamboa
Informações
Passeeios
Noite
Esporte & Lazer
Passeio de Barco a Vela
Aluguel de Caiaques
Passeio de Tirolesa
Passeio de Kite Surf
Passeio Pesca Esportiva
Mergulho com cilindro
Surf / Aulas de Surf
Passeio de Banana Boat
Notícia: Show Sucesso de Nando Reis
Passeio a Cavalo
Passeios e excursões
Passeio Volta a Ilha
Passeio Pirata do Morro
Passeio Garapuá em 4x4
Passeio Pancada Crande
Passeio de ultraleve
Caminhada Ecológica
Trilha Ecológica
Arte & Cultura
Atelier do Encanto
Feira de Artesanato
Artistas no Morro Online
Artesãos do Morro
Museus
Escritores
Religiosidade
Gente Daqui
Educação & Livros
Monumentos
Fortaleza
Forte
Farol
Fonte do Imperador
Igreja N.S da Luz
Casarão
Serviços Gerais
Telefones Úteis
Perguntas Frequentes
Tábua de Maré
Tô no Morro online
Companhias Aéreas
Entrevistas
Jornais
Online 24 Horas
Rodovias
Ondas
Empresas & Show Room
Rádio
Web Site
Site de Busca
Utilidade
Blogs
Embaixadas & Consulados
Delegacia de Polícia
Livro de Visita
Empregos
Profissionais
Governo
Modelos de Embarcações
Associações & ONGs no Morro
Achados & Perdidos em Morro
Registro de Domínios
Receitas
Humor
Prefeitura & Secretarias
Projetos Sociais
Mande sua História
Aeroportos Bahia e Brasil
Estéticas
Prestação de Serviços
Tatuagens
Lavanderias
Advocacias em Morro
Pet Shop
Telemensagens
Comidas Típicas
Bancos
Clima
Notícias Anteriores
Carnaval na Pousada
O Portal do Morro
Quem Somos
Anúncios grátis no Morro
Links
Sugestões & Reclamações
Agradecimentos aos Leitores
Classificados Grátis
Imóveis & Terrenos
Venda
Natureza
APA - Proteção Ambiental
Ecologia
Consciência Ambiental
Eco Turismo
Mangues
Saúde & Beleza
Clínicas
Odontologia
Atrações Próximas
As Praias da ilha
Cairú
Ilha de Boipeba
Valença
Nazaré
Ilha de Itaparica
Salvador
Roteiros do Morro
Restaurantes
Lua de Mel
Melhor Idade
Para Crianças
Mochileiros
Salvador da Bahia
História
Destinos
Hotéis
Pousadas
Albergues em Salvador
Igrejas e Capelas
Casas Noturnas
English
Brasil
Descobrimento do Brasil
Sobre o Brasil
Golfe no Brasil
Parques Nacionais
Esporte Radicais
Estradas
Estados com Site
Cidades do Brazil
Praias
Informações Governo
Educação
Arte no Morro Online
Fusos Horários
Hotéis
Fronteiras e Limites
Limites do Brasil
Turismo
Destinos Brasileiros
Glossário Turismo
Utilidades Publica
Cartões Postais
Agências de Notícias do Brasil
Amor & Amizade em Morro
Jogos Online em Morro
Arquitetura & Artes em Morro
Astrologia & Astronomia
Biblioteca
Carnaval
Carros & Motos
Cinema
Concursos
Cultura Diversos
Editoras
Esoterismo
Esportes
Futebol
Games
Imperdíveis
Informatica
Instituições
Internet
Livrarias & Livros
Mulher
Musicas & Letras
Navegando
Países
Personalidades & Pessoais
Politica & Partidos
Portais
Rádios
Revistas
Superinteresante
Parcerias
Comprar Fotos
Faça seu site
Viagem & Turismo
Dicas rápida como chegar
Melhores fotos do Morro
Não Perca Tempo
Reserve online: rápido e fácil.
Escolher sempre é bom
Relato de viagem: Indo para Morro de São Paulo
blog do Morro sp
Morro On Line - 4x4 - Passeios e expedições off-road
Universidades
Dicas e informações úteis
Hotéis e Pousadas em até 2X sem juros - Descontos imperdíveis à vista!
Programação copa 2014.
Reserve já seus passeios, pousadas, hotéis carnaval com antecedência.
Guia do Morro
Agências de Turismo
PORTAIS DE TURISMO
Cidades Turisticas
Hotéis Internacionais
SPAS
Hotéis em site
Empresas Aéreas
Cruzeiros
Locadoras tarifas
TRANSPORTE
PARQUES
MUSEUS
Escolas de Turismo
VARIEDADES
Guia Gigante - Hotéis e Pousadas Morro de
Morro de São Paulo - Bahia - Brasil
nike runners hollister ireland nike ireland louis vuitton bags ireland adidas schuhe nike schuhe schuhe kaufen taschen outlet louis vuitton bags australia nike outlet adidas shoes australia polo ralph lauren australia converse australia timberland australia adidas australia nike australia adidas buty puma buty hollister sklep converse damskie louis vuitton torebki timberland buty nike air max damskie nike buty new balance damskie polo ralph lauren suomi louis vuitton laukku adidas outlet nike outlet
Zapatillas nike zapatillas reebok nike air max blancas ropa abercrombie gafas ray ban zapatillas under armour gafas de sol ray ban Gafas carrea new balance hombre botas futbol zapatillas asics new balance mujer zapatos casuales Zapatillas air jordan nike sb nike corte zapatillas vans zapatos timberland zapatillas sport zapatos de mujer nike free puma zapatillas zapatos gucci botas de futbol nike presto gorras new era Gafas oakley bolsos louis vuitton Adidas Neo cinturones gucci zapatillas saucony zapatillas de moda Adidas Originals Adidas Yeezy nike air force
Turismo em Morro de São Paulo, Bahia Brasil O Que Fazer - Informações
O Que Fazer

Informações

Informações do Que Fazer em Morro de São Paulo

Morro de São Paulo tem muitas coisas legais para fazer, inclusive NADA se essa for sua opção. É um lugar perfeito para simplesmente relaxar e torrar no sol. Mas se você prefere um pouco mais de agito, também veio ao lugar certo. Tanto faz se você é do dia ou da noite.

Passeios imperdíveis

Desde um banho de argila na Gamboa no "Barco Pirata" ou passeio de lancha para Boipeba, ou mesmo uma caminhada por trilha até uma praia deserta... tem para todos os gostos.

Noite de Morro de São Paulo

A ilha é famosa internacionalmente pelas suas festas. E não são poucas não, desde o luau na Segunda Praia, a muvuca do Foom na praça tocando MPB e as várias casas noturnas. E como não são perto dos hotéis, raramente atrapalham o sono de quem quer descançar

A ilha é famosa internacionalmente pelas suas festas. E não são poucas não, desde o luau na Segunda Praia, a muvuca do Foom na praça tocando MPB e as várias casas noturnas. E como não são perto dos hotéis, raramente atrapalham o sono de quem quer descançar

Esportes

A ilha é famosa internacionalmente pelas suas festas. E não são poucas não, desde o luau na Segunda Praia, a muvuca do Foom na praça tocando MPB e as várias casas noturnas. E como não são perto dos hotéis, raramente atrapalham o sono de quem quer descançar

Whale Watching

Uma experiência única: ver de perto as enormes baleias jubarte que vem para o litoral baiano para se reproduzir. Muitas vezes pode-se ver as mamães com seus filhotes e até mesmo ouvir baleias cantando, utilizando o "hidrofone".

Morro de São Paulo tem um ambiente perfeito para se entrosar com outras pessoas e, principalmente, para praticar esportes.

As praias de Morro de São Paulo não fogem a esta característica e em todas elas é possível praticar todos os tipos de esportes e ver turistas e moradores exercitando-se tanto na areia como no mar.

Opções não faltarão para você se divertir, praticando o esporte que for de sua preferência.

Algumas praias apresentam areia dura e plana, em outras a areia é mais fofa.

As águas na sua maioria costumam ser calmas ou com ondas moderadas. Enfim, todas estas características transformam as praias de Morro de São Paulo em uma verdadeira academia gratuíta que pode ser usada por pessoas de todas as idades ou preparo físico.

Esportes como a natação, passeios de bicicleta, caiaque, caminhadas, corrida, frescobol, futevôlei, vôlei e frescobol não necessitam acompanhamento técnico. Já o surf, kitesurf,  vela e mergulho, por terem técnicas específicas, não devem ser praticados por qualquer pessoa

Antes de praticar estas modalidades, é bom pegar a opinião de um profissional ou até mesmo fazer um curso. Em Morro de São Paulo você encontrará profissionais que o auxiliarão em qualquer uma destas modalidades.

Além de todas estas modalidades esportivas aquáticas e terrestres, Morro de São Paulo tem outras possibilidades que combinam lazer com esporte como caminhadas, cavalgadas e passeios de bicicletas. Na beira da Quarta Praia você encontrará pontos de aluguel de bicicletas e cavalos. O percurso da Primeira até a Quinta Praia, que dependendo do ritmo pode durar até 50 minutos, é ideal para caminhadas e de quebra você terá ainda um belíssimo visual.

Existem algumas regras básicas que devem ser obedecidas e são comuns a todos os tipos de esportes. Importante lembrar sempre de alongar os músculos antes e depois da atividade física, do horário para praticar, que deve ser até às 10h da manhã e após as 16h, quando o sol já está mais fraco; se proteger do sol, usando protetor solar, boné e óculos de sombra e principalmente beber muita água ou melhor ainda, água de coco para se hidratar antes, durante e depois do exercício.

Dicas e informações básicas. Para saber mais sobre a prática de cada esporte em Morro de São Paulo leia também nos tópicos: Segunda Praia: Futevôlei/Vôlei/Frescobol  e Primeira Praia: Surf e ainda  Praia da Gamboa: Clube de Velas e nos tópicos de cada praia você conferirá sobre os points do Mergulho. Com tantas opções de atvidades físicas é fácil entender porque Morro de São Paulo é reduto de gente bonita e, principalmente, de bem com a vida.

Capoeira

A História da Capoeira

Estilos da Capoeira

Grupo Kilombolas - A capoeira como agente da educação

Veja a Galeria de fotos: Kilombolas

Frescobol

História do Frescobol

Equipamentos

O jogo

Os estilos

Dicas

Futebol

O futebol em Morro de São Paulo

História do Futebol

Equipamentos

Algumas Regras

Futevôlei

História do Futevôlei

Regras

Equipamentos

Veja a Galeria de Fotos do Futevôlei

Kitesurf

História do Kitesurf

Cuidados ao praticar o kitesurf

Equipamentos do Kitesurf

Manobras do Kitesurf

Mergulho

Conhecendo sobre o esporte

Iniciantes

As empresas

Pontos de Mergulho em Morro de São Paulo

Algumas Dicas

História do Rúgbi em Morro de São Paulo

As Regras Básicas do Rúgbi

Informações

Surf

A História do Surf

Equipamentos

As Manobras

O Surf em Morro de São Paulo

Dicas

Vôlei

A História do Voleibol

Regras

Equipamentos

As Jogadas

Yoga

Quais os efeitos da Yoga

As técnicas da Yoga

Yoga em Morro de São Paulo

Capoeira

A capoeira, a mais popular manifestação folclórica da Bahia, encanta e contagia quem assiste as apresentações. A arte da capoeira reúne música, dança, luta e cultura. Nasceu como forma de resistência dos escravos negros e para estes representava um instrumento de libertação e defesa contra a opressão dos senhores. Retratou a resistência cultural e física dos escravos brasileiros. O berimbau é o principal instrumento utilizado na capoeira e marca a batucada, dando o ritmo das coreografias. Além do berimbau, as músicas com letras que retratam o sofrimento e a luta dos escravos, contam com os sons do caxixi, atabaque, pandeiro e reco-reco. Antigamente a prática da capoeira era proíbida e a partir de sua liberação, conquistou adeptos de todas as raças e camadas sociais do país e nos quatro cantos do mundo. A Bahia tem forte presença da capoeira e em Salvador, além dos diversos grupos existentes, o esporte é visto frequentemente em rodas formadas pela cidade.

Em Morro de São Paulo não é diferente. Pode-se ver capoeiristas praticando o esporte nas praias e ruas do povoado. Se você tiver interesse em conhecer a milenar cultura deste esporte e ainda praticar capoeira durante sua viagem, poderá ter esta oportunidade conhecendo o Grupo Kilombolas, que fica em Morro de São Paulo. Além de promover o esporte, o grupo realiza eventos e projetos sociais. Além dos benefícios físicos, pois a capoeira exige destreza e movimentos rápidos, o esporte contribui para o alívio do estresse e é uma terapia. Os benefícios são amplos e o esporte promove a socialização das pessoas, recupera a auto estima e pode até ser considerada como agente transformador da sociedade. Veja a seguir a história da capoeira e entenda os passos da luta.

História da Capoeira

A trajetória da capoeira começa a partir do século 16, período do Brasil Colônia com os escravos negros vindo da África, oriundos principalmente da região da Angola. Os angolanos tinham o custume de dançar e cantar e ao virem para o  Brasil trouxeram estes hábitos culturais. A necessidade em se defender contra a violência e repressão dos colonizadores brasileiros, obrigou os escravos a criarem formas de defesa que uniam luta e dança. Com o ritmo e os movimentos de suas danças africanas surgiu a capoeira, considerada uma arte marcial disfarçada de dança.

No início, os escravos praticavam a capoeira próximos às senzalas e tinham como principal objetivo, além da defesa pessoal, manterem a cultura deste sofrido povo. As danças e músicas eram proibidas pelos senhores dos engenhos e até o ano de 1930, a prática da capoeira não era bem vista no Brasil. O esporte era considerado violento e subversivo. A polícia tinha ordens de prender os capoeiristas. Até que um capoeirista brasileiro chamado mestre Bimba, apresentou a luta ao presidente do Brasil na época, Getúlio Vargas. O presidente gostou do que viu e transformou a capoeira em esporte nacional. No dia 09 de julho de 1937 o governo brasileiro oficializou a capoeira. A partir desta data a popularidade da capoeira não parou de crescer e adquirir adeptos pelo país  e mundo.

Estilos da Capoeira

Existem três estilos diferentes que ditam os movimentos e o ritmo musical da capoeira.

O mais antigo, foi criado na época da escravidão e chama-se capoeira da angola. Entre as suas características estão o ritmo musical lento, a malícia e os golpes mais baixos (próximos ao solo).

O segundo estilo é o regional, que possui uma mistura da malícia da capoeira angolana com rápidos movimentos ritmados ao som do berimbau. Os golpes são mais rápidos e as acrobacias não são usadas.

O terceiro e último estilo da capoeira é o contemporâneo. Este reúne um pouco de cada um dos estilos e é o mais visto e praticado na atualidade.

Grupo Kilombolas - A Capoeira como agente da educação

Utilizando a capoeira como instrumento de educação, o Grupo Kilombolas tem como marca o trabalho com crianças e jovens que vai desde a iniciação ao esporte até a formação como professores.

O grupo é um dos mais tradicionais da Bahia e surgiu no início dos anos 70 e tem até hoje no comando o Mestre Dedé. Em Morro de São Paulo o Contra-Mestre Carlito é quem dirige o grupo desde 1992, época em que veio viver na ilha.

O grupo é mantido através das mensalidades das apresentações e confecções de roupas e instrumentos da capoeira.

Atualmente, com a orientação do professor Carlito, o Grupo kilombolas de Morro de São Paulo vem desenvolvendo um trabalho que resgata as tradições das danças folcloricas da Bahia.

O show folclórico  apresenta coreografias como maculelê, puxada de rede e samba de roda, divulgando aos visitantes brasileiros e estrangeiros um pouco da nossa história.

Além das apresentações e aulas, o Kilombolas desenvolve outras ações como a fabricação de instrumentos como berimbau, caxixi e colocação de couro em atabaques. Para o futuro, Carlito deseja abrir espaço para projetos como oficina de cortes e custuras e curso de computação.

Fonte: www.suapesquisa.com/educacaoesportes/historia_da_capoeira

Frescobol

Se você decidiu fazer do frescobol seu esporte em Morro de São Paulo, sua academia será na beira da praia, aliás um ótimo ambiente para se exercitar pois sem dúvida é o maior, mais bonito e ventilado local para malhar.

O frescobol também é conhecido como "Jogo de Raquetes" ou "Tênis de Praia",  é o exercício ideal para o verão e pode fazer maravilhas com seu corpo. E o melhor: você se exercita, brincando. O esporte trabalha principalmente com pernas e braços e ainda o ajudará  a perder a indesejável barriguinha. Em 30 minutos jogando frescobol você pode perder até  190 calorias.  Além do exercício fisico é também uma ótima forma de lazer e segundo os especialistas no assunto, entre os benefícios que o esporte proporciona estão o desenvolvimento dos reflexos e da coordenação motora.

E claro, se você pretende pegar uma corzinha será uma boa oportunidade, já que é praticado ao ar livre sob o sol, mas não abuse e não esqueça de usar o filtro solar e boné. Em Morro de São Paulo, o frescobol é praticado principalmente na Segunda Praia. Cada vez mais pessoas o praticam, sendo que existem alguns moradores que jogam frescobol todos os dias e “batem ponto” na praia para jogar.

Conheça quem são estas pessoas e algumas características do frescobol em Morro de São Paulo, no link Praias/Segunda Praia/ Frescobol na Segunda Praia. Além disso, Morro Travel  descreve a seguir a história e algumas dicas para que você saiba tudo sobre este esporte, que além de ser uma atividade física promove a queima de calorias e proporciona muita diversão. Depois de ler nossas dicas, basta ter em mãos duas raquetes e uma bolinha própria para o jogo e pronto! Se divirta jogando frescobol em Morro de São Paulo.

História do Frescobol

A denominação frescobol é derivada do lugar onde se joga, ou seja, no lugar mais fresco da praia: a beira d’ água. O esporte foi criado no Brasil, no Rio de Janeiro, mais precisamente na Praia de Copacabana no ano de 1945. O idealizador foi Lian Pontes de Carvalho, que frequentava a praia e também era proprietário de uma fábrica de móveis de piscina, pranchas e esquadrias de madeira.  Foi Lian que confeccionou as primeiras raquetes que foram comercializadas na praia com a ajuda dos salva-vidas que ficavam em Copacabana na época. No começo as  raquetes eram rústicas e pesadas, pois eram feitas a partir de  madeiras como o pinho, cedro, angelin e araucária. Mais tarde foram adquirindo a atual forma, com os cabos mais curtos e envernizados, tendo asssim mais proteção contra os efeitos água do  mar.

O frescobol se propagou pelas praias do Brasil e passou a ser considerado um esporte profissional. Desde a década de 80 já aconteciam disputas, mas foi a partir de 1994 que o esporte adquiriu fama tornando-se popular graças a realização do I Circuito Brasileiro de Frescobol, que percorreu os estados de Sul ao Nordeste do País. Mesmo com a promoção de campeonatos em diversas partes do Brasil, o  frescobol não era visto ainda como um esporte competitivo e muitas vezes era considerado apenas mais uma opção de diversão de praia. Foi em 2003, através  da aprovação das regras oficiais do esporte, que o frescobol deu os primeiros sinais de profissionalização e hoje é um dos esportes mais praticados nas praias brasileiras. A cada ano aumenta também a popularidade do frescobol no exterior, devido o grande número de brasileiros que residem em países de Europa e nos Estados Unidos. Junto com a evolução e popularidade do esporte, consequentemente profisisonalizou-se também as raquetes e atualmente são fabricadas com fibra e tornaram-se mais leves dando mais velocidade as jogadas.

Equipamentos

Os equipamentos que você irá utilizar para jogar frescobol são duas raquetes e uma bola.

A raquete deverá ser confeccionada em madeira ou fibra. Deverá no máximo  0,5m de comprimento  por 0,25 de largura. Seu  peso deverá estar entre 200 até 600 gramas.  A bola deverá ser feita de borracha,  lisa e impermeável.

Em relação a roupa adequada para a prática do frescobol, recomenda-se trajes leves como uma sunga para os homens e  maiô ou biquíni para as mulheres. Pode-se também, usar roupas como  camisetas e shortes, desde que sejam leves, a fim de facilitar os movimentos dos jogadores.

O jogo

De acordo com os praticantes do frescobol, não existe competitividade nesse jogo e sim diversão. A explicação é de que no frescobol o outro jogador é apenas um parceiro. O fundamento básico é manter a bola em jogo o maior tempo possível, enviando a bola de um jogador para o outro.

A seqüência é iniciada a partir do  toque na bola e somente será interrompida quando a bola cair no chão. Em competitições oficiais,  um segundo toque na raquete é permitido somente em caso de bolas de defesa e posterior recuperação. Também não sendo permitido a bola tocar no corpo do atleta.

Em relação as formas de apresentação, o frescobol pode ser jogado de duas maneiras: em duplas e trincas.

Nos jogos de duplas, com dois jogadores, cada um fica em uma extremidade do Jogo. Nas competilões de trinca, há três atletas e um destes é chamado de pivô, ficando numa das extremidades e os outros dois no outro lado.

Os estilos

No frescobol existem ainda estilos diferentes de jogadas. No Brasil o mais usado é o chamado clássico e os existentes são:

Carioquinha: Praticado a uma distância de até 6 metros, tem como característica o controle diagonal de bola e a velocidade.

Clássico: Estilo com distância variada de 6 a 9 metros, onde as principais características são as jogadas de alto impacto, com ataques e defesas constantes.

Longo: Superior a 9 metros, podendo atingir até 20 metros de distância.  É marcado pela regularidade de bolas longas.

Dicas

A Posição do frescobol é de frente para o companheiro, mantendo uma distância de aproximadamente 8 metros.

Atenção constante na bolinha e na raquete do outro jogador.

O jeito de segurar a raquete é muito importante: procure segurar firme no final do cabo, com uma leve inclinação para cima e mantendo o pulso e o braço como um conjunto único.

Acerte a bola com o centro da raquete. Todos os dedos devem estar segurando o cabo a fim distribuir a força da pegada.

E para concluir, evite jogar próximo aos banhistas, pois sua diversão pode incomodar e atrapalhar a praia do outro.  Pois o frescobol tem muitas “bolinhas perdidas” que podem ferir, machucar ou assustar a pessoa.

Em Morro de São Paulo, a prática do frescobol ganhou até lugar específico, na Segunda Praia na área denominada “point do coco”, situado no meio da área da praia, na beira do mar.

O local foi reconhecido pela Prefeitura Municipal como espaço oficial para a prática do esporte na ilha. Falta apenas a colocação de uma placa o delimitando.

Introdução a Futebol ::

O tradicional e famoso futebol é outro esporte que não poderia ficar de fora da lista de esportes praticados em Morro de São Paulo. Das populares “peladas”, ou seja, as partidas jogadas em qualquer horário e em campos nada convencionais às competições oficiais, o futebol encanta e sempre é tema central de discussões nos bares, escola, ruas e praias.

O futebol tornou-se popular devido ao jeito simples de jogar: com apenas uma bola e dois times, crianças ou adultos se divertem. O evento esportivo mais conhecido e esperado do mundo é a Copa do Mundo que é realizada a cada quatro anos e acompanhada por mais da metade da população mundial. As partidas, aquelas tradicionais brincadeiras de amigos, na Bahia são chamadas de “babas”. De Norte a Sul do país o futebol é o esporte mais amado pelos brasileiros.

Também pudera, o Brasil é um celeiro de craques mundiais e durante toda a existência do esporte no país vem descobrindo novos talentos. De Pelé aos Ronaldos, o Fenômeno e o Gaúcho, o futebol idealiza e forma ídolos.

Por este motivo não poderíamos deixar de falar sobre esta modalidade esportiva que em Morro de São Paulo também é levada á sério, tendo inclusive a realização de campeonatos locais e entre os povoados vizinhos. Mesmo que você não seja um craque da bola, não deixe de jogar aquela partidinha na beira da praia, pois afinal não pode existir lugar melhor para se exercitar que a praia, porém, uma dica: cuidado para não atrapalhar o banho de sol dos demais turistas. Se informe se pode ou não jogar no lugar escolhido.

O futebol em Morro de São Paulo

Na ilha, cada povoado realiza seu próprio campeonato. Em Morro de São Paulo, Gamboa, Galeão e Garapuá são promovidas competições. Em Morro de São Paulo há 7 anos, acontece um campeonato entre os times pertencentes ao povoado e também com a participação de equipes de Gamboa e Garapuá.

Oficialmente existem sete times de futebol em Morro de São Paulo: Calcinha Preta, Mangaba, Vila Nossa Senhora da Luz, Guias, Fonte Grande , Toca da Arraia e Zimbo. Destes times, o Calcinha Preta e o Mangaba, são os mais populares.

Ainda existem as equipes de Garapuá: Bahia e Vitória e a do Toque e Vasco da Gamboa que fazem parte do povoado da Gamboa.

A última edição do campeonato de futebol foi realizada em 2006 e contou com a participação de 10 equipes entre Morro de São Paulo, Garapuá e Gamboa. O evento esportivo geralmente tem início em maio, terminando em julho.

Ao total são 13 semanas com jogos sempre aos domingos. Durante os três meses em que é realizado, o campeonato mobiliza grande parte da população de Morro de São Paulo, inclusive, beneficiando pessoas da comunidade que trabalham com a venda de lanches e bebidas na ocasião dos jogos.

Os times vencedores além dos troféus e medalhas, recebem também uma quantia em dinheiro dependedo da classificação. Segundo o organizador das três edições passadas, Ulisses Damasceno, no último evento a equipe campeã ganhou mil reiais, a segunda, R$ 500,00 e o terceiro lugar, o valor de R$  300,00. Em 2007 e 2008 não foram realizados campeonatos por falta de verbas, pois conforme Ulisses há pouco apoio por parte dos empresários locais.

Existem recursos através da administração municipal, mas nestes dois anos as equipes não puderam contar com este apoio.

Outro fato que contribuiu para o cancelamento das competições foi o estado do campo em que são disputados os jogos.

Chamado de “Campinho”, o local não possui a estrutura necessária para as competições. De acordo com o coordenador há promessas por parte da Prefeitura  que sejam feitas melhorias no campo como a colocação de grama e arquibancadas. “O campinho será ampliado dentro das dimensões oficiais e terá também vestiários”, prevê Ulisses. Enquanto as promessas de melhoria no campinho não são feitas, a comunidade faz o que pode para manter viva a tradição dos campeonatos em Morro de São Paulo. Aconetecem esporadicamente competições que da mesma forma encanta e mobiliza a população em torno dos jogos.

História do Futebol

O futebol, o esporte preferido entre a maioria dos brasileiros, pode ter despertado o interesse dos mortais há muito tempo, desde os tempos primórdios. Segundo alguns historiadores, povos antigos tinham costume de jogar bola, claro, que não existiam ainda regras. Oficialmente o futebol, como modalidade esportiva originou-se na Inglaterra no século 19, porém, estudos demonstram que jogos com bola já eram praticados bem antes. Existem registros destes jogos na China há muitos séculos. Cada país teve sua história do futebol. Na Itália, por exemplo, o esporte surgiu em Florença e por volta de 1580 que foram estabelecidas regras para a prática do esporte. Na Inglaterra o futebol chegou no século 17, ganhando regras, sendo rganizado e se popularizando. Nesta época a bola ainda era  de couro e enchida com ar. Em 1871 surgiu a figura do goleiro, chamado como guarda-redes e em 1875,  estabelecida a regra do tempo de duração das partidas, de 90 minutos.

Antes disso, no ano de 1872, na Escócia foi disputada a primeira partida internacional da história do futebol, com as equipes de Escócia e Inglaterra.  Assim, foram surgindo outras regras até que em 1885 teve início o profissionalismo do futebol com a criação da International Board, com o objetivo de estabelecer e mudar as regras do esporte. 

Em 1897, o Corinthians, equipe de futebol inglês, fez uma excursão mundial objetivando divulgar o futebol pelo mundo. A FIFA (Federação Internacional de Futebol Association) órgão internacional responsável pelo esporte surgiu em 1904.

No Brasil, pode-se dizer que Charles Miller foi o precursor do esporte. Este brasileiro oriundo do bairro paulistano do Brás, aos 9 anos  viajou para Inglaterra para estudar e quando retornou ao Brasil em 1894,  trouxe junto uma bola de futebol, divulgando este novo esporte por onde passava.  Um ano depois foi realizado o primeiro jogo de futebol no Brasil, em 15 de abril de 1895 entre duas equipes de empresas inglesas. O São Paulo Atletic foi a primeira equipe a se formar no Brasil em 13 de maio de 1888. E por mais incrível que pareça este esporte tão popular, já chegou a ter até discriminações: na época em que surgiu o futebol não podia ser praticado por negros.

Equipamentos

Para que você participe de uma partida de futebol, basta ter um equipamento: uma bola de futebol. Porém, caso pretenda levar o esporte mais a sério e participar de partidas oficiais, antes de entrar em campo, saiba algumas dicas relacionadas ao equipamento e roupa adequada para a prática do esporte.

Claro, que este não será o caso se você estiver pensando em apenas jogar uma partidinha em Morro de São Paulo, mas quem sabe seu talento futebolístico poderá ser descoberto, sendo convidado a participar de alguma campetição da ilha. Também usando uniforme e equipamento apropriados, você estará melhorando seu desempenho e evitando alguns incidentes. Além de que um time uniformizado pode ficar mais motivado.  Conheça os principais ítens do vestuário de um jogador de futebol.

Camiseta – geralmente feitas com tecidos leves, na maioria das vezes de tactel e poliamida. De preferência a camiseta deve ser folgada. Em competições oficiais deverá constar o número do jogador na parte de trás.

Calção - também chamados de shorts devem ser confeccionados em nylon e poliéster.  De preferência devem ser folgados nas pernas.

Meias e caneleiras – as meias devem ser longas e até a altura do joelho. Alguns jogadores usam outra meia por baixo destas para evitar o aparecimento de bolhas. As caneleiras são usadas entre as meias que ficam por baixo e as de cima. São usadas em futebol de campo e nas quadras.

Chuteira – usadas em futebol de campo e nas quadras. No caso da praia, em partidas na areia, joga-se de pé descalço.

Regras

        O futebol é o esporte de equipe mais praticado no mundo.

É disputado em estádios, quadras ou em terrenos baldios. Basta os integrantes possuírem uma bola e dois times para o jogo iniciar. Cada equipe deverá ter onze jogadores de cada lado. O esporte conta com muitas regras numa partida oficial e caso você não entenda muito ainda desta mania nacional, descrevemos abaixo apenas algumas regras, porém, existem muito mais medidas e normas dentro de uma partida oficial.

 Medidas do campo - o campo do jogo deverá ter no máximo 120 metros e no mínimo 90m de comprimento, com largura máxima de 90m e mínima de 45m. Devem ser marcadas linhas visíveis (12 cm de largura) sendo chamadas de laterais as mais longas e de fundo as mais curtas. Em cada canto do retângulo haverá uma bandeirola. O centro do campo é marcado por um ponto com uma circunferência

 A Bola  - a bola deve ser recoberta de couro ou outro material que não represente perigo aos atletas. Só poderá ser trocada com autorização do árbitro.

Número de Jogadores - uma partida de futebol é disputada por dois times, tendo cada um no máximo 11 jogadores. É permitido até cinco substituições para cada time.

Tempo da partida - as partidas terão dois tempos de 45 minutos, podendo o árbitro acrescentar o tempo que tenha sido perdido em decorrência de acidente ou outro motivo.

O começo do jogo – o início do jogo é marcado com o sorteio através de uma moeda, para ver de que lado do campo será dado o chute inicial, cabendo a opção à equipe vencedora do sorteio.

Àrbitros - será designado um juiz para dirigir cada partida e dois arbitros assitentes para a missão de indicar quando a bola estiver fora de campo e a que equipe caberá o arremesso lateral, o tiro de meta e o escanteio.

O gol -  será considerado gol quando a bola ultrapassar a linha de fundo passando entre as traves e por baixo do travessão. A bola não poderá ser lançada com a mão ou o braço de um jogador da equipe atacante.

Impedimento -  será considerado  impedimento se o jogador estiver mais perto da linha de fundo adversária do que a bola. Estão livres desta regra os casos em que o jogador  estiver no próprio campo; se existirem dois adversários entre ele e a linha de fundo e se o jogador receber a bola de um tiro de meta, um escanteio, um arremesso lateral ou bola ao chão.

Faltas e incorreções:

Tiro livre direto - se o jogador cometer uma das seguintes faltas será punido com o tiro livre direto cobrado da área onde ocorreu: chutar ou tentar chutar o adversário; derrubar ou tentar derrubá-lo, pular sobre o adversário ou atacá-lo; segurar com a mão ou o braço ou empurrar o adversário, carregar ou arremessar a bola com a mão ou o braço. Se estas faltas forem cometidas dentro de sua grande área, será punido com pênalti.

Tiro livre indireto - o jogador responsável por uma das seis faltas seguintes será punido com um tiro livre indireto: jogar de forma perigosa, sem tocar na bola impedir intencionalmente o adversário, colocando-se como obstáculo entre ele e a bola; sendo goleiro, dar mais de quatro passos com a bola nas mãos, tocá-la antes de outro jogador depois de tê-la colocado em jogo, ou retardar a partida; entrar ou sair de campo sem autorização do juiz.

Expulsão – será expulso o jogador que: se mostrar, segundo a opinião do árbitro, violento; usar de linguagem injuriosa ou grosseira; persistir na infração após ter sido advertido; derrubar por trás os adversário que estiver em direção do gol.

O pênalti- o pênalti deverá ser cobrado do ponto pré assinalado, sem a presença de todos os jogadores, à exceção do que vai batê-lo. O goleiro deverá permanecer sobre sua própria linha de meta até que a bola seja chutada. O jogador que cobrar a penalidade deverá bater diretamente para a frente e não tocar novamente na bola antes que outro o faça.

 Escanteio – será considerado escanteio no caso da bola ultrapassar a linha de fundo, com exceção da parte entre as traves, tendo sido tocada por um jogador da equipe defensora.

 Fonte: As regras descritas acima foram baseadas no site http://cev.ucb.br/qq/gilson/regras.html

Atividades durante o dia em Morro de São Paulo : .

Morro de São Paulo é um lugar que possui praias e paisagens deslumbrantes. Locais ideais para programas relaxantes e divertidos. Durante o dia, a dica é curtir as praias, seja a mais badalada como a Segunda Praia que fervilha de gente bonita ou as tranquilas Quarta e Quinta Praia, que ficam praticamente desertas e são um convite para um mergulho em suas águas cristalinas.

Cada canto em Morro de São Paulo merece uma visita, seja pela história que este lugar representa ou por suas belezas naturais. Programas não faltam em Morro de São Paulo, seja qual for sua escolha: de dia ou à noite, caminhando ou passeando de barco.

Além de circular pelas praias, você tem várias opções de lazer que envolve desde a prática de esportes náuticos e terrestres, trilhas ecológicas, passeios pelos pontos turísticos ou simplesmente relaxar numa das barracas de praia, provando as delícias da culinária baiana e ainda no final do dia assistir o visual do pôr-do-sol no Forte e de quebra se maravilhar com o espetáculo dos golfinhos.

Morro de São Paulo é palco de diversas atividades diurnas, como as que apontamos a  seguir. É o lugar indicado para quem busca aventura durante o dia e badalação à noite. Aliás, falando da noite de Morro de São Paulo, não esqueça de reservar um pouco de energia quando a lua surgir no céu, pois opções é o que não faltam para as baladas. Confira no link Vida Noturna de Morro de São Paulo as dicas para a noite e veja a seguir alguns exemplos de atividades para você curtir durante o dia. www.praiadoencanto.com.br

 

O futevôlei reúne três paixões dos brasileiros: futebol, praia e voleibol. E tendo esta mistura, que inclui dois esportes, o volêi e o futebol, não poderia ser diferente. O resultado não poderia ser outro, senão ganhar as as praias do Brasil. O futevôlei com cada  vez mais adeptos, é uma ótima opção para quem deseja manter o corpo em forma num ambiente agradável. Segundo os especialistas numa partida, com duração de uma hora, o atleta pode perder até 300 calorias.

É uma forma de passar o tempo na praia, praticando um esporte e ainda se divertir queimando calorias. O futevôlei foi criado em 1965, pelo jogador Tatá e graças à criatividade dos brasileiros, o esporte foi levado para as quadras de vôlei de praia. A plasticidade do futebol e o posicionamento do vôlei transformaram o futevôlei num esporte alegre e radical. As torcidas participavam ativamente das disputas, torcendo e incentivando os atletas.

O esporte exige força, reflexos apuradíssimos, elasticidade, resistência e técnica. Pode ser jogado entre duas equipes, formadas por dois ou quatro jogadores. Apesar de praticado em quadras, o futevôlei ainda continua sendo mais visto nas areias praias. Na época em que foi criado, o esporte era praticado somente pelo sexo masculino. Atualmente as mulheres têm procurado pelo esporte e ajudado a aumentar o número de adeptos. Em Morro de São Paulo quem ainda predominam nas quadras são os homens. 

Esta união dos esportes preferidos pelos brasileiros, também é bastante praticado em Morro de São Paulo e tem também uma quadra na Segunda Praia. Confira no link Praias/Segunda Praia/Vôlei de Praia e Futevôlei na Segunda mais informações sobre esta modalidade esportiva que encantou nativos e moradores da ilha, tendo inclusive a realização de dois campeonatos por ano e já conta com a participação de atletas locais que estão divulgando o esporte fora do país. Abaixo você ficará sabendo quais são as regras, dicas e curiosidades deste esporte, assim, quando chegar em Morro de São Paulo basta arranjar uma bola, parceiros e mostrar suas habilidades nas areias de Segunda Praia. 

História do Futevôlei

 O futevôlei foi criado no ano de 1965, por Otávio Moraes, conhecido como Tatá. A idéia surgiu já que não era permitido bater bola na praia, o esportista resolveu jogar em uma quadra de vôlei com rede e campo delimitado. Os amigos o acompanharam nesta aventura e assim foram surgindo as primeiras regras do novo esporte.

Três anos mais tarde, em 1968, um outro grupo liderado por Sérgio Brito Peixoto, o Cachorrão, introduziu o futevôlei em Constante Ramos, no Rio de Janeiro. Começando a se espalhar por Copacabana e posteriormente invadindo as outras praias cariocas.

Na década de 80, com a realização de campeonatos, o público em geral começou a se intereassar por esta nova modalidade e consequentemente houve uma grande divulgação do futevôlei na imprensa nacional.

No ano de 1984 a mídia televisiva promoveu campeonatos interestaduais de duplas e em 1999 surgiu o Super Futevôlei 4x4, isto é, quatro jogadores de cada lado. Muitos jogadores profissionais de futebol aderiram em massa para o futevôlei e hoje vários craques como Edinho, Júnior, Doval, Jairzinho, Renato Gaúcho e Romário praticam futevôlei. O melhor jogador de todos os tempos no futevôlei se chama Renan Lemmers, do Rio de Janeiro e o praticante mais famoso ainda é o baixinho, Romário de Souza Farias.

Regras 

Nº de jogadores: normalmente são duas duplas, podendo estas serem masculinas, femininas ou mistas.

Pontuação: Os jogos são de um set com 15 pontos. Se o jogo ultrapassar 25 minutos vai para tie-break. (game especial de desempate quando o set fica empatado).

O saque do futevôlei na verdade é o chute. Este chute deverá atingir o campo adversário e em disputas masculinas, o homem só poderá sacar na área de recepção do outro homem. Já, em jogos femininos, a mulher pode sacar em qualquer posição. 

Toque: a bola deverá ser tocada, no mínimo uma vez e no máximo 3, intercalando entre a dupla  e repassando para o adversário. O jogador pode usar o tronco, a cabeça ou qualquer parte da perna. Nunca poderão ser usados os braços e as mãos.

Quadra: a quadra deve ser montada em local plano, na areia lisa e fofa sem pedras ou qualquer outro objeto que possa machucar os jogadores.

Equipamentos

 Rede: igual a rede do vôlei, o material é de polietileno e mede 9,5 m de comprimento por um metro de largura.

Bola: a mesma usada no futebol, porém, deverá ter uma camada impermeabilizante, pois é usada na praia.

Roupas e acessórios: devido ser na praia, usa-se apenas uma sunga (homem) ou sunquine (mulher) e camiseta. Os joagadores jogam descalços e não se deve usar óculos e bonés, pois podem atrapalhar as jogadas.

A quadra deverá medir 9 por 18 metros e a altura da rede é de 2.20m, medida a partir do centro da rede

 Fonte: Baseado no Guia Quadro Rodas /Praias -Edição 200/2001e no site da Site da Confederação Brasileira de Futevôlei (www.cbfv.com.br) 

 Kitesurf

  Deslizar sobre a água sendo puxado por uma pipa. É uma sensação indescritível segundo os praticantes do Kitesurf, esporte que vem ganhando cada vez mais praticantes em todo o mundo e que mistura três tipos de modalidades ao mesmo tempo: surfe, windsurf e wakeboard.

 

Em Morro de São Paulo o esporte já é bastante visto, principalmente na Quarta Praia, local mais propício para sua prática. Segundo o velejador carioca, Marcos Henrique Santos, que pratica kitesurf há seis anos, a Quarta Praia é ideal principalmente para os iniciantes, pois tem uma piscina natural com profundidade de um metro e meio, sendo mais seguro. As praias da Ponta do Curral, em frente a Morro de São Paulo e a de Moreré, em Boipeba, também são outros locais onde o esporte pode ser praticado. O técnico diz ainda que o kitesurf pode ser realizado a qualquer hora com maré baixa ou alta, porém, a maré baixa é mais indicada para quem está aprendendo. Marcos está na ilha há um ano e ministra aulas de kitesur. O pacote com oito aulas custa R$ 600,00 e a hora/aula R$ 100,00.

 O equipamento está incluído e conforme o professor as primeiras duas aulas são na areia, apenas com teoria. O aluno inicia com um kite 2, depois passa para o Kite 5 e após usará o 7 e 9, quando já entra na água. Cada aluno usará o kite adequado para seu peso e estatura. Os números do equipamento referem-se aos tamanhos do mesmo. Marcos diz que quem veleja terá mais facilidade e o esporte é uma verdadeira terapia e academia ao mesmo tempo. 

 Os alunos que fazem kite não querem mais parar de praticar e consideram o esporte excelente. Sérgio dos Santos, o Sérgico, que pratica kitesurf há mais de um ano, conta que está “viciado no esporte”, pois é muito bom. “Dá uma adrenalina impressionante”, explica o esportista.

A adrenalina que o kite proporciona exige coragem dos atletas e para iniciar, além de coragem e prudência, você deverá ter basicamente uma pipa e a prancha. A pipa é confeccionada com o mesmo material de uma asa-delta. Já a prancha, pode ser uma específica para o kite, como também, uma prancha de surf. O esporte tem apenas três tipos de manobras: de transição, de salto e as que são feitas na onda.

A segurança é um fator essencial no kitesurf, pois qualquer descuido pode significar sérios problemas. Portanto, é preciso tomar alguns cuidados.  

O esporte é recomendado a qualquer pessoa, porém, é necessária a companhia de um profissional ou de uma pessoa que já tenha mais experiência com o esporte. Esta recomendação se deve ao fato de que no caso de um acidente e as linhas do kite, enrolarem-se no atleta, será preciso a ajuda de alguém próximo.

Mas perigos à parte, o kitesurf é pura diversão. Tomando as devidas precauções, o esporte será uma excelente pedida de atividade física para você que curte desafios. Confira a seguir com surgiu este esporte, as manobras utilizadas, os equipamentos e alguns cuidados para a prática. Depois é só cair na água em Morro de São Paulo, não esquecendo da companhia do técnico e divertir-se !

História do Kitesurf

O kitesurf, como é praticado hoje, surgiu através de dois irmãos franceses: Bruno e Dominique Legaignoix. Experientes em velejar e no surf, os irmãos criaram o esporte em 1984 com uma pipa que possuía câmaras de ar.

Entre 1985 e 1986 os irmãos Legaignoix patentearam a invenção e participaram de diversos eventos internacionais que incluíam velocidade e esquis aquáticos. No ano de 1993 as pipas começam a ser comercializadas.

Há registros sobre o assunto que dizem que a prática do esporte antecede o invento dos irmãos Legaignoix. As pipas teriam surgido na China, por volta de dois mil anos atrás, com a finalidade de facilitar a navegação de barcos e o transporte de materiais pesados de construção.

Domina Jalbert, dos Estados Unidos, criou em 1964, a primeira pipa inflada de ar. Já na década de 70, iniciu o uso das pipas em pára-quedas para puxá-los sobre esquis aquáticos.

Cuidados ao praticar o kitesurf

É importante tomar alguns cuidados antes de praticar o kitesurf. A principal recomendação é estar na companhia de alguém, pois caso ocorra algum imprevisto, você poderá contar com ajuda.

Sempre ter o cuidado de obedecer a natureza e em dias com ventos muito fortes, não entrar na água. Nestes casos, fica mais difícil controlar o equipamento. Atenção também na hora de escolher o equipamento utilizado: é importante verificar a qualidade do material antes de comprá-lo.

Equipamentos do Kitesurf 

O kitesurf é considerado um esporte caro devido o valor de seus equipamentos. De acordo com o velejador e instrutior do esporte em Morro de São Paulo, Marcos Henrique Santos, os custos para a compra de todo o equipamento pode chegar até R$ 5 mil reais.

Somente a pipa, a de melhor qualidade custa R$ 1.400,00 e as pranchas estão também em torno de R$ 1.400,00. O instrutor diz que pode haver valores menores, mas em média são estes os custos de um bom equipamento. Mas para os atletas vale a pena pagar um preço alto para praticar um esporte especial como o kitesurf. Confira a seguir quais são os equipamentos utilizados:

Kite - O Kite, propriamente dito é a pipa. Confeccionada com o mesmo material dos pára-quedas. Trata-se do principal equipamento do esporte. O formato da pipa, de asa em arco, facilita o vôo.

Linhas – É o que liga o kite ao atleta. Podem existir três tipos de linhas: a de vôo, com cerca de 30 metros que liga o kite à barra de controle. A linha de freio, que para o equipamento e as linhas principais, que apresentam alta resistência e controlam do kite.

Prancha – Existem dois estilos de prancha basicamente no kitesurf. O estilo que você vai usar dependerá de sua preferência pessoal. Há as pranchas parecidas com as utilizadas no surf e as usadas no wakeboard. A diferença entre estas é o tipo de material com que são confeccionadas. O importante é ambas serem resisitentes, já que são usadas  nos saltos e estes são freqüentes.

Cinto – Usado para conectar o surfista ao kite.

Barra controle – Tem a função de controlar o kite. O praticante pode com esta barra comandar a direção e a velocidade do kite. Tem aproximadamente 90 cm de comprimento e junto com o equipamento vem um sistema de freios  para a pipa, para ser utilizada em caso de emergência.

As Manobras do Kitesurf

No kitesurf  existem três tipos de manobras, de transição, as de salto e as realizadas na onda.

Saiba como são cada uma destas:

De transição: refere-se às mudanças de direção do atleta.

De salto: são os pulos no ar e consideradas as mais bonitas. No kitesurf  já foram registrados saltos que duraram até sete segundos.

Da onda: são as manobras originadas do surf. Possui um grau de dificuldade alto e perigoso, pois em caso de queda é comum o atleta se enrolar nas linhas da pipa.

Fonte: Site - oradical.uol.com.br/kitesurf

 Introdução a Mergulho

  Morro de São Paulo possui duas empresas especializadas em mergulho recreacional. Uma fica situada na Primeira Praia e a outra na Terceira.

A empresa da Primeira Praia está na ilha há nove anos e possui ótima estrutura de equipamentos, embarcações e profissionais credenciados internacionalmente para atender aos turistas mergulhadores e iniciantes.

A da Terceira Praia não possui uma grande estrutura, mas também oferece saídas para mergulho livre com aluguel de todo o equipamento necessário. 

O turismo subaquático, além de ser um esporte, é um meio de lazer para reunir quase toda a família, já que a idade para o início é a partir de 10 anos. Para a mergulhadora profissional e proprietária de uma destas empresas, Sandra Faria, a motivação e o objetivo, além da diversão, é o da preservação do mundo marinho. “Fica mais fácil admirar e respeitar o que se conhece”, afirma. Por isso, durante os mergulhos, nada pode ser tocado ou retirado do mar pelos turistas.

Para esse esporte continuar no alto patamar de segurança e diversão, algumas regras tem que ser respeitadas. Entre as mais importantes está a de nunca mergulhar sozinho. Antes de começar a diversão, tanto no mergulho livre como no autônomo, é importante sempre se informar sobre as condições do tempo, correntes, melhores horários de marés, pontos de entrada e saída e as peculiaridades da fauna e flora. 

Conhecendo sobre o esporte

Para aqueles que decidiram fazer do mergulho seu esporte em Morro de São Paulo, além de saber das informações sobre os points há ainda algumas dicas sobre equipamentos e outros ítens que consideramos importantes. Existem dois tipos de mergulho: o livre e o autônomo. O mergulho livre consiste em nadar na superfície vendo o fundo do mar até 10 metros de profundidade, usando apenas máscara, nadadeira e snorkel. O mergulho autônomo requer curso e equipamentos específicos.

Tópicos relacionados: Mergulhe em Morro de São Paulo

Iniciantes

Existe uma modalidade para quem nunca mergulhou e quer experimentar um mergulho com cilindro. O nome é BATISMO e é o primeiro passo para entrar no mundo do mergulho. Ele é dividido em três partes: A primeira é uma aula teórica com duração aproximada de 20 minutos, onde o instrutor ensina algumas regras e procedimentos.

A segunda é se equipar e adaptar com os equipamentos, que são: o cilindro, colete, regulador, roupa, máscara, nadadeiras e cinto de lastro. A última parte é o mergulho propriamente dito, com duração de 45 minutos.

São no máximo duas pessoas para cada instrutor, que fica junto durante todo o percurso. Os batismos devem ser marcados com um dia de antecedência junto a operadora de mergulho que realiza este tipo de modalidade em Morro de São Paulo e qualquer pessoa maior de 10 anos de idade pode mergulhar.

Equipamentos

São usados no mergulho livre:

Snorkel – é usado para respirar na superfície. Deve estar sempre fixado na tira da máscara, pelo lado esquerdo.

Faca – usada para cortar plantas, cabos ou linhas enroscadas nos equipamentos. Deve ser especial para mergulho

Cinto – compensa a flutuabilidade do equipamento, da roupa e do mergulhador. O peso deve ser suficiente para manter o mergulhador na superfície.

São usados no mergulho autônomo:

Roupa de neoprene - Mantém a temperatura do corpo do mergulhador e protege contra escoriações.

Nadadeira - serve para o mergulhador se locomover sem usar os braços. É importante verificar bem a numeração,  pois não é a mesma dos calçados comuns.

Cilindro – é uma garrafa de aço ou alumínio que armazena ar atmosférico filtrado.

Regulador de ar – reduz a alta pressão do ar do cilindro, tornando-a respirável.

Máscara – possibilita a visualização submersa.

Colete compensador – serve para controlar o equilibrio do mergulhador na água. Fica ligado ao cilindro de ar através uma mangueira.

Bússola – para orientação debaixo d’água. Pode ser de pulso ou vir presa ao manômetro do cilindro.

Manômetro – marca a pressão do ar na garrafa.

Relógio – para controlar o tempo do mergulho.

Profundímetro – indica a profundidade em que o mergulhador se encontra.

As Empresas de Mergulho  em Morro de São Paulo

A Companhia do Mergulho existe há nove anos e como toda operadora profissional, segue normas internacionais de mergulho. Filiados a PADI (Professional Association of Diving Intructors), os profissionais oferecem instruções e cursos em português, inglês e espanhol. A loja e operadora, situadas na Primeira Praia, na Rua da Prainha funcionam o ano todo e oferecem toda linha de equipamento de mergulho para venda e aluguel. A central de recarga com dois compressores também fica na Primeira Praia. A empresa possui também uma embarcação própria totalmente projetada para mergulho. Na escola de mergulho, os instrutores oferecem cursos do Básico ao Dive Máster. O primeiro curso é o mais procurado.

Conhecido como Open Water Diver, a idade mínima é 12 anos e para participar é preciso saber nadar e ter bom estado de saúde. O curso dura cinco dias e é dividido em três partes: teoria, treinamento em águas confinadas e quatro mergulhos em águas abertas. No final do curso o mergulhador recebe uma certificação internacional que lhe permite participar de saídas de mergulho em qualquer lugar do mundo até 18 metros de profundidade. O valor é sob consulta e inclui todo o material didático da PADI, aluguel de equipamentos e saídas de barco. A certificação emitida pela PADI é cobrada a parte.

Se o mergulhador desejar aperfeiçoar ainda mais suas habilidades a escola também oferece os cursos Avançado, Resgate e Dive Mater. Os dois primeiros com duração de quatro dias e o último, que já faz parte da área profissional da PADI, dura em média 12 dias.

As turmas começam todas as semanas e para se inscrever basta entrar em contato com um dos instrutores pelo e-mail cursos@ciaodmergulho.com.br ou pelo telefone (75) 3652-1200.

A outra empresa que opera com mergulho fica situada na Terceira Praia, A Zimbo Dive. Com uma estrutura bem menor do que a localizada na Primeira Praia, esta empresa trabalha apenas com saídas de mergulho livre, alugando os equipamentos necessários. Além disso,  aluga também caiaques e contam com profissionais. Mais informações podem serem obtidas pelos telefones (75) 8136-6728, com Daniel ou Marilu.

Pontos de Mergulho em Morro de São Paulo

Em Morro de São Paulo, conforme Sandra Faria, da Companhia do Mergulho, a melhor época para mergulho é no verão, entre os meses de novembro a abril. No restante do ano a água nem sempre tem boa visibilidade. Para quem quer ir mais fundo. O caminho é pegar a embarcação de mergulho e contar com a experiência dos Dive Masters e Instrutores de mergulho da Ilha. Os principais pontos são recifes de corais com profundidades que variam de 5 a 40 metros. Existem pontos para todos os níveis de mergulhadores.  Os seis principais pontos são:

Paredões da Gamboa: Próximo ao Iate Clube, com profundidades  entre de 3 a 12 metros esse ponto é freqüentado por todo tipo de mergulhador. O melhor momento é quando a maré está alta e atinge seu ponto máximo. Nessa hora não existem correntes. Diferentemente dos demais pontos, você verá mais facilmente lagostas e polvos. 

Paredão Real: em frente à Praia da Gamboa, esse paredão vai de 12 a 45 metros de profundidade e os mergulhadores avançados têm que programar o início do mergulho para a maré cheia.

Recife do Forte: com profundidade de 12 metros é o ponto para mergulho em corrente. Os cardumes de sardinha são as principais atrações.

Recifes de Itatimirim: Com apenas 20 minutos de navegação, a partir da Primeira Praia, as saídas para esse ponto são diárias no verão.  O fundo é bem recortado, com pequenas cavernas, algumas com áreas de penetração. Um mergulho fácil e muito bonito. A profundidade varia entre 8 a 23 metros.

Pedra do Benedito: pequeno conjunto de recifes e pedrões. Profundiade de 25 metros e a 45 minutos de navegação, partindo da Primeira Praia.

Recifes de Itatiba: É também um bom ponto para drifts. Com média de 16 metros de profundidade, a atração desse ponto é o relevo do fundo, cheio de perfurações e coberto por cabeços de corais de diversas formas.

Algumas Dicas

Nunca mergulhe sozinho

Preste atenção à direção da correntenza

Não toque nos corais. Os recifes são frágeis e demoram muito para crescer e também existem espécies venenosas.

Entre no mar de costas e se o corpo estiver muito quente, refresque-se um pouco antes de entrar.

Fonte: Guia Quadro Rodas /Praias -Edição 200/2001.

 

 História do rúgbi em Morro de São Paulo ::

 O rúgbi em Morro de São Paulo é bem recente, começou em 2004 como uma brincadeira de alguns moradores argentinos com saudade do esporte e hoje está se tornando relativamente importante.

Em 2006, com o crescimento do Rúgbi no cenário baiano dos esportes, começou a deixar de ser só um treinamento amigável para se converter num esporte competitivo. Incorporaram-se a prática vários jogadores nativos e se oficializou o nome de uma equipe: Os Urubus.

À partir disso, os “Urubus” começaram a se enfrentar com o principal time da capital baiana, os “Orixás”.

Os encontros entre ambos os times se tornaram comuns, principalmente na sua versão de sete jogadores por time, denominada Seven.

Estas equipes baianas são hoje as duas equipes que melhor se desenvolvem no esporte dentro do âmbito estadual. Mesmo assim, até hoje, os jovens e bem treinados jogadores dos Orixás de Salvador não tem conseguido bater a experiência dos veteranos Urubus de Morro de São Paulo. 

No começo de 2007 ambas as equipes se juntaram para representar a Bahia no campeonato de Rúgbi do Nordeste, conquistando varias vitórias. Também durante 2007 foi realizado em Salvador o primeiro campeonato de Rúgbi Seven da Bahia, no qual se apresentaram 9 equipes masculinas. O Urubus de Morro de São Paulo se consagrou campeão de dito torneio vencendo na final o Orixás de Salvador por 56 – 0.

O Urubus de Morro de São Paulo não completa os 15 jogadores que formam uma equipe, assim estes se juntaram ao time dos Orixás para representar a Bahia no plano nacional de Clubes tanto nos torneios de Rúgbi Seven como Rúgbi 15, com o nome de Bahia Rugby Club. Assim, também em 2007, o Bahia Rugby Clube, com os jogadores de Morro de São Paulo e Salvador, conseguiram bater a equipe paulista de Jagareí num disputado encontro e conseguiram se classificar para o torneio Super 8.

Este torneio junta as 8 melhores equipes do Brasil e coloca os jogadores baianos de Salvador e Morro de São Paulo num nível muito competitivo obrigando a que o esporte tenha que ser praticado seriamente. 

As Regras Básicas do Rúgbi

Habitualmente são 15 jogadores de cada lado que disputam uma bola oval de aproximadamente 29 cm de comprimento. Também existe a versão de 7 jogadores conhecida como Rúgbi a Sete ou simplesmente Seven. Jogando de 15 as partidas possuem dois tempos de 40 minutos e jogando de 7 jogam-se várias partidas no mesmo dia, cada uma com 2 tempos de 7 minutos de duração. Ganha a equipe que ao acabar o jogo tenha marcado mais pontos. Estes pontos são gerados da seguinte maneira:

 O Try ou Ensaio é marcado quando um jogador consegue levar a bola no chão da zona de try da equipe contraria somando assim 5 pontos para sua equipe. Quando este Try ou Ensaio é marcado, a equipe que o marcou tem direito a chutar de posição fixa na mesma linha que a marcação do Try para os postes e assim somar mais dois pontos no marcador de sua equipe se conseguir acertar entre estes.

Durante o jogo, a qualquer momento um jogador pode chutar a bola de Drop (ou sobre pique) e se conseguir que a bola passe dentro dos postes em forma de H, acima da trave somará 3 pontos para sua equipe.  

Uma última forma de marcar pontos é através do golpe de castigo, quando é cometida uma infração ou pênalti. Assim, um jogador chutará a bola de posição fixa no chão no local aonde o árbitro tenha marcado a infração e se conseguir passar a bola acima dos postes em forma de H somará mais 3 pontos para sua equipe.

 Consegue-se ganhar campo quando o jogador corre com a bola nas mãos ou por meio de um chute. Os passes entre jogadores só podem ser feitos na mesma linha ou para trás, mas nunca pode se passar para frente. A equipe contrária pode deter a corrida dos jogadores através de um Tacle ou Placar, movimento pelo qual o portador da bola é pego pela cintura ou abaixo desta, geralmente com o objetivo de conseguir derrubá-lo. Um jogador derrubado deve imediatamente soltar a bola. A estratégia de jogo é bem complicada e dependerá muito de cada jogo. Existem muitas regras.

Para mais informação sobre estas: http://www.rugbymania.com.br/rugby.asp

 

Introdução ao Surf:

 Pode-se dizer que o surf é o mais praticado de todos os esportes radicais. O esporte possui milhares de adeptos espalhados por todo o mundo e sem dúvida, além de ser uma excelente forma de se exercitar é também uma terapia para a mente. Sendo praticado num ambiente como a praia não poderia ser diferente: o surfista fica em perfeita sintonia com a natureza interagindo com o mar e as ondas. Qualquer pessoa pode surfar, basta ter uma prancha e claro, coragem para desafiar as ondas. O nosso litoral é imenso e apresenta todos os tipos de ondas. No caso da Bahia, quem já esteve por aqui sabe que mesmo no inverno as águas são quentes e são muitas as opções de picos.

 Morro de São Paulo não está entre os picos mais conhecidos, mas agrada os surfistas que aqui moram e os turistas que vem em busca de ondas perfeitas. Existes inclusive, uma escola que ensina moradores e turistas a surfar. A Morro de São Paulo Surf  School  a cada mês ganha mais alunos interessados em aprender esta modalidade esportiva que apaixona e vicia seus adeptos.

Depois que você cair no mar e deslizar sobre uma onda, nunca mais conseguirá abandonar o esporte! Se este é seu caso, se você está querendo deslizar sobre a espuma de uma onda ou simplesmente deseja aprimorar seus conhecimentos sobre o esporte, leia os textos a seguir. Apontamos algumas características do surf em Morro de São Paulo, dicas em geral e como surgiu o surf. Para saber mais sobre a escola de surf, lei ao link Praias/Primeira Praia/Surf na Primeira Praia.

A História do Surf

O surf surgiu no Havaí, onde segundo registros os povos nativos que tinham como cultura de subsistência a pesca, se atiravam no mar com seus barcos para  pescar e no momento de voltar a terra, deslizavam sobre as ondas, pois asssim chegavam mais rapidamente. Há também documentos bibliográficos que dizem que o surf foi introduzido no Havaí pelo rei polinésio Tahito.

Até o século 20 o surf não era conhecido, até que o grande responsável pela propagação do esporte o nadador havaiano, Duke Paoa Kahanamoku, divulgou o esporte mundialmente. Na época, Duke disputava as Olimpíadas de 1912, em Estocolmo, capital da Suécia, e ganhou uma medalha de ouro na natação. Claro, aproveitou a oportunidade e fez com que o mundo inteiro soubesse que ele era um surfista e como o surf era praticado.

Depois disso Duke introduziu o surf na América, em 1913 e na Austrália, no ano de 1915. No Brasil, as primeiras pranchas surgiram através de turistas e a primeira feita no país foi em 1938, pelos paulistas Osmar Gonçalves, João Roberto e Júlio Putz. A partir disso, as pranchas foram adquirindo as formas atuais e se adequando ao esporte.

Cada vez mais o surf ganha adeptos e hoje além de ser uma atividade física é considerada também uma filosofia de vida. Os surfistas têm suas características e não é difícil reconhecer um, pois possuem um estilo próprio.

O surf influenciou, inclusive, o aparecimento de outras modalidades esportivas como o windsurf, o skate e o sandboard (surf nas dunas). O órgão que regulamenta e traça as diretrizes do esporte é a Associação dos Surfistas Profissionais (ASP). 

Equipamentos

A prancha, sem dúvida, é fundamental para um bom desempenho do surfista. É preciso que a prancha esteja adaptada ao tamanho e as características físicas do atleta. Além das tradicionais pranchas, que são mais velozes e usadas pelos principais surfistas, existem os tipos Fun e Long Boards.

A modelo Fun Board está entre entre a pranchinha e o long. Já as Long Boards, conhecidas também como pranchões, são as mais tradicionais e tem mais de nove pés ou 2,75 m de comprimento. Além da prancha, um surfista usa o lesh, parafina e se desejar ou precisar uma roupa especial, chamada de neoprene. O lesh é uma corda, que fica amarrada junto ao calcanhar e prende o atleta à prancha.

A parafina é confeccionada com o mesmo material da vela e é passada sobre a prancha, ajudando a segurar os pés do surfista durante a descida na onda. Já o neoprene trata-se de uma roupa de borracha utilizada principalmente no inverno ou em mares frios.

As Manobras 

Agora que você já tem algum conhecimento sobre o surf e já pegou algumas dicas, veja as principais manobras que os surfistas fazem para ficar ainda mais fera no assunto e arrasar nas ondas de Morro de São Paulo.

Aéreo: quando o surfista decola sobre a onda e retorna.

Cavada: o surfista vai até embaixo da onda e sobe.

Cut Back: o atleta adianta na onda e volta para dar a manobra na parte crítica.

Floater: manobra em que o surfista sobre a crista da onda.

Rasgada: a rabeta da prancha é jogada para frente e o surfista vira o corpo para onda.

Tubo: considerada a principal manobra do esporte, onde o surfista fica dentro da onda, no meio do tudo.

360º: manobra em que o surfista dá uma volta completa com a prancha na onda

O Surf em Morro de São Paulo

 A melhor época para surfar em Morro de São Paulo é no inverno, nos meses de junho a setembro, quando predomina o vento leste que segundo os especialistas é o ideal. Nos demais meses do ano o vento não é tão favorável e as ondas não são tão constantes.

O melhor horário é quando a maré está alta. Na maré baixa não é aconselhável, pois o fundo do mar tem muitos corais e pedras. Recomendamos aos praticantes que antes de cair na água, conversem com os moradores e se informem das medidas a serem tomadas. O surf como qualquer esporte tem regras, inclusive, todo surfista de fora que não for conhecido pelos nativos, ao chegar num pico deve se apresentar. Isto faz parte dos costumes dos adeptos a este tipo de esporte. Agindo desta maneira, você não criará nenhum tipo de problema ou antipatia com os surfistas locais e ainda poderá contar com a ajuda e amizade destes. O que pode ser considerado um fator muito importante dentro do esporte, já que está chegando a um lugar novo e, portanto, desconhecido para você. Pode-se dizer que os surfistas locais são amigáveis, pois possuem características comuns a todos os baianos: simpatia e alegria.

Não será difícil fazer amizade e se enturmar com eles. Sobre os picos de Morro de São Paulo, saiba que existem três points, sendo que dois ficam situados na Primeira Praia: a Pedra do Moleque (outside), onde tem ondas que quebram de direita e a Quebrancinha (inside), ao lado do morro onde fica Farol e geralmente onde surfam os surfistas mais jovens. O outro point se localiza na Quarta Praia. Neste predominam dois tipos de ondas, as que quebram de direita e de esquerda. 

Apesar de Morro de São Paulo receber turistas de todo o mundo e ser caracterizado por uma diversidade onde todas as tribos têm seu espaço, o surf ainda é pouco divulgado.

A maioria dos surfistas de Morro de São Paulo é nativo ou mora há bastante tempo na ilha e fazem do esporte um estilo de vida, levando a sério a prática.

Um destes é o Zé da Glória, morador de Morro de São Paulo há 15 anos e um dos precursores do esporte na ilha.

Com 39 anos de idade em 2008, Zé pratica o esporte desde os 9 anos. Antes mesmo de residir em Morro de São Paulo, quando ainda morava em Salvador, já costumava visitar a ilha para pegar onda. Desta época até os dias de hoje, ele ressalta que o surf continua igual, ou seja, não houve evolução em relação a investimentos.

Na opinião de Zé, Morro de São Paulo tem em média quatro surfistas locais que poderiam estar inclusive surfando a nível profissional, porém, o problema é que não existe incentivo tanto por parte da iniciativa privada como do poder público.

Formado em Educação Física, pela Universidade Católica de Salvador (UCS), Zé da Glória pode ser considerado um apaixonado pelo surf e faz questão de surfar todos os dias. 

Disputou alguns campeonatos, onde teve boa atuação chegando a conquistar o terceiro lugar num evento regional.

Sua especialidade é o longboard, aliás, ele surfa somente com este tipo de prancha e salienta que Morro de São Paulo é um excelente lugar para quem deseja surfar com esta modalidade, pois as ondas são extensas e perfeitas. Sabendo estas informações do surf em Morro de São Paulo, agora poderá também conhecer outras dicas gerais sobre o esporte no texto que segue.

Quem sabe quando você estiver surfando na Primeira Praia, poderá encontrar o Zé da Glória ou um dos surfistas da Morro de São Paulo Surf  School e pegar pessoalmente mais algumas dicas.

Tópicos relacionados: Mergulhe em Morro de São Paulo 

Dicas 

Se o surf for sua opção para exercitar-se, saiba algumas coisas antes de pegar ondas. Além de ter bom preparo físico e saber o momento certo de entrar no mar, há outros requisitos e procedimentos que deverão ser levados em conta na hora de surfar. 

Para os iniciantes recomenda-se uma prancha grande, maior que a altura da pessoa. Pois quanto maior for a prancha, mais fácil será  a remada e a estabilidade nela.

Não basta apenas saber nadar, é preciso saber respeitar o mar.

Antes de entrar na água, observe as condições do mar. Veja se há correntes e onde as ondas quebram.

Sempre faça alongamento antes de entrar, pois isto evitará câimbras.

O melhor horário para a prática do surf é de manhã, pois o mar está mais lisinho.

Inicie pelas ondas já estouradas, pois são mais suaves e facilitam o equilíbrio.

Evite entrar no mar sozinho e não ultrapasse a arrebentação.

Cuidados com a prancha: após surfar a lave com água e sabão e cubra com uma capa. Não a deixe muito exposta a o sol, pois poderão aparecer bolhas.

É importante usar filtro solar, pois você poderá ficar horas dentro da água  e exposto ao sol quente.

Por fim, uma dica fundamental: ao visitar uma praia desconhecida para você, converse com pessoas que conheçam o local e peça dicas. Não existem duas praias iguais.

 Introdução ao Vôlei

 Morro Travel pesquisou sobre este esporte que vem adquirindo cada vez mais espaço e tornando-se orgulho nacional devido o bom desempenho e o grande número de conquistas de nossos atletas nos últimos anos. O Voleibol surgiu no ano de 1895 e foi introduzido ao mundo dos esportes pelo americano William  C.  Morgan.

Já o vôlei de praia, o qual é praticado em Morro de São Paulo, surgiu no Brasil na década de 50 e atualmente reúne homens e mulheres de todas as idades e atraindo vários atletas que no final de suas carreiras trocam as quadras pelas praias.

O movimento dia e noite nas principais orlas do país é garantido e em algumas conhecidas praias como Copacabana e Ipanema, no Rio de Janeiro, tornaram-se verdadeiras arenas de campeonatos nacionais e internacionais.

Basicamente, as regras do vôlei de praia são as mesmas da modalidade de quadra. As principais diferenças consistem em que as equipes na praia são compostas por dois atletas e as partidas são decididas em melhor de três sets. As medidas das quadras também diferem e sem contar que o vôlei de praia requer maior preparação física do esportista, já que é  praticado ao ar livre, sob o sol e na areia. Mas apesar do atleta precisar ter mais preparação física, o vôlei de praia tem outra vantagem sobre o praticado na quadra: o risco de lesões é bem menor. O grande cuidado deve ser com o sol, já que é exercido sob o sol forte deve-se prevenir usando protetor. 

Apesar de o vôlei ser um esporte rápido e dinâmico, não existem restrições para jogar, porém, é preciso ter uma noção pois trata-se de um jogo em equipe. Para você não fazer feio e pôr a disputa a perder para seus companheiros é bom começar a praticar com quem ainda não tem tanta experiência, assim começarão a praticar o esporte juntos.

Entre os benefícios que o esporte proporciona está o aumento da resistência física, o atleta ganha mais energia e vigor para enfrentar as atividades do dia-a-dia, adquire massa muscular e ainda trabalha a coordenação motora. Sem falar claro, que você estará gastando caloria, ficando em forma, se divertindo na beira da praia e ainda tendo a vantagem de ter a brisa marinha para espantar o calor. Confira a seguir as regras, os equipamentos e algumas curiosidades sobre o voleibol. Para saber o que rola no voleibol em Morro de São Paulo confira também o link Praias/Segunda Praia / Vôlei na Segunda Praia.

A História do Vôleibol 

O Voleibol surgiu em 1895 através do americano William  C.  Morgan,  diretor  de  educação física da  Associação  Cristã de  Moços (ACM),  na cidade de Holyoke, no estado americano de Massachusets. No Brasil há controvérsias em relação a sua descoberta, alguns dizem que em 1915 foi praticado pela primeira vez, no Colégio Marista de Pernambuco e outros artigos apontam que o esporte foi introduzido por volta de 1916 ou 1917, pela ACM  de São Paulo. Já o vôlei de praia, o qual é praticado em Morro de São Paulo, surgiu no Havaí por volta de 1920, como forma de recreação.

No Brasil a modalidade apareceu na década de 50, no Rio de Janeiro. Nesta época foram disputados os primeiros torneios amadores nas praias de Copacabana e Ipanema. Com a adesão cada vez maior de espectadores e de atletas o vôlei de praia se espalhou pelas orlas do país e surgiram os primeiros campeonatos regionais. No ano de 1987 o esporte foi oficializado pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) e foi promovido em Ipanema o primeiro campeonato mundial. Em 1989 foi realizado o I Circuito Mundial de Vôlei de Praia Masculino. Já as mulheres só começaram a ter vez na arena da praia a partir de 1992 quando foram realizadas as primeiras competições femininas. É considerado esporte olímpico desde 1996, quando foram realizados os jogos de Atlanta (EUA).

Regras

 As regras aplicadas no voleibol indoor (de quadra) e no de praia são basicamente as mesmas. A principal diferença consiste em que na quadra o número de atletas é maior do que no voleibol de praia, onde apenas dois jogadores disputam a partida. Já que estamos falando mais precisamente sobre o vôlei praticado em Morro de São de Paulo, o de praia, confira a seguir as regras desta modalidade:

Os dois primeiros sets terminam com 21 pontos, sendo que a disputa continua se as duplas empatarem em 20 até que alguma abra dois pontos de vantagem. Conhecido como tie-break, o terceiro set vai somente até 15 pontos. Se os jogadores empatarem em 14, uma dupla também precisa abrir dois pontos para confirmar a vitória.

 A invasão por baixo da rede é permitida, desde que não atrapalhe a jogada do adversário.

 Não existe substituição de jogadores. Se um jogador se machucar terá cinco minutos para recuperação.

 Defesa "carregada", ou seja, quando o jogador retém a bola entre os dedos, é permitida no voleibol de praia somente na defesa de uma bola violenta.

Cada dupla tem direito a um tempo de 30 segundos em cada set. No voleibol são dois tempos.

O saque pode ser dado de qualquer ponto do fundo da quadra.

Em relação ao levantamento existe uma grande diferença em relação ao vôlei de quadra. A bola levantada no vôlei de praia não pode dar um giro em torno de seu eixo, caso isto aconteça, a rotação é caracterizada como dois toques.

O contato entre dois jogadores por cima da rede, provocando a chamada "bola presa" não é considerado falta.

Equipamentos

No caso dos equipamentos utilizados há uma diferença em relação a roupa e acessórios usados na modalidade de quadra e na de praia.  No caso do voleibol de quadra há o uso de tênis e joelheira. Já o vôlei de praia, não necessita destes equipamentos, já que as partidas são disputadas na areia. Os jogadores usam camiseta e sunga. No caso das mulheres suquine. Os equipamentos em comum são apenas a bola e a rede. A bola oficial utilizada no vôlei de quadra é a “Mikasa”. Para vôlei de praia as mais conhecidas são a “Spalding” e a “Wilson”, aliás, são bolas utilizadas no circuito americano de vôlei  de praia.

Em relação à rede pode-se dizer que  há varios tipos, não havendo preferência de marca. As medidas devem ser 8,5 metros de comprimento por um metro de largura. Os postes de fixação da rede devem ter uma altura de 2,55 metros e serem fixos ao solo a uma distância de 0,70 e 1,0 metro de cada linha lateral da quadra. 

Jogadas 

No voleibol, seja de quadra ou de praia, há jogadas específicas, veja quais são:

Bloqueio: trata-se da defesa de uma cortada e somente os jogadores de ataque podem praticá-lo. Consiste em saltar, formando uma barreira com as mãos e tentando assim, impedir a passagem da bola do adversário.

Manchete ou Recepção: golpe realizado com os antebraços unidos e braços estendidos não permitindo que a bola caía no chão. O jogador tentará receber o saque do adversário passando para o levantador e se errar será ponto para o adversário.    

Cortada: é um salto seguido de um golpe forte e rápido, dado junto á rede, com o  objetivo de que a bola vá direto para o chão do campo adversário.    

Toque ou Levantada: passe mais comum do esporte, é realizado com os dedos das mãos bem afastados e a bola é  impulsionada para a direção desejada..   

Saque: inicia ou reinicia o jogo a cada ponto ou vantagem. O jogador se coloca em uma posição indeterminada no fundo da quadra e envia a bola para o campo adversário

Fonte: www.geocities.com e www. pan2007.globo.com e www.brasilescola.com/educacaofisica/voleibol-de-praia

 Introdução a Yoga

 Mais do que uma prática saudável, a Yoga estimula o equilíbrio, a força e os bons hábitos, colocando em forma o corpo e a mente. Esta prática surgiu na India há mais de 5.000 anos ligada no início a religião e convertendo-se após a um sistema filosófico organizado.

É considerada por alguns como uma atividade física e para outros como uma filosofia de vida. Nos Estados Unidos, existem hoje 15 milhões de praticantes. Aqui, no Brasil, calcula-se que cerca de cinco milhões de pessoas pratiquem Yoga.

Yoga significa união. União que integra o corpo, a mente e nossas emoções para que sejamos capazes de agir de acordo com nossos pensamentos e com o que sentimos.

A prática da Yoga objetiva ao relaxamento, a tranqüilidade mental, concentração e clareza de pensamento juntamente com o fortalecimento do corpo físico e o desenvolvimento da flexibilidade.

Na Antigüidade  Os ensinamentos eram transmitidos através dos Sûtras que são aforismos lacônicos e esotéricos. Para a interpretação dos Sûtras  eram necessários estudos profundos, pois a primeira vista são inteligíveis. Ainda hoje, a maioria dos praticantes só tem acesso a um quarto destes conhecimentos.

Existem muitos tipos de Yoga, mas desde que chegou ao Ocidente esse número aumentou, sobretudo nos últimos 30 anos.

Quais os Efeitos da Yoga?

A Yoga atua em todos nos níveis físico, mental e emocional. Além de alongar todas as partes do corpo, massageia os órgãos internos e as glândulas.

Entre os demais benefícios desta prática está a coordenação do sistema respiratório com o corpo físico, relaxamento dos músculos e da mente, estimulação da circulação e aumento da provisão de oxigênio em todos os tecidos.

A prática regular da Yoga garante uma melhor qualidade de vida sem os efeitos nocivos da correria e da tensão do cotidiano. 

As Técnicas da Yoga

A Yoga deve ser praticada num local arejado e silencioso. Algumas pessoas preferem praticar ouvindo uma música suave de fundo. Nas aulas cada pessoa deve ter um colchonete fino e usar roupas confortáveis e estar de pés descalços.

Recomenda-se evitar alimentos e líquidos pesados nas duas ou três horas que precedem à prática. Durante a execução a respiração é importantíssima, já que acalma o ritmo do corpo e facilita a concentração.

Existem várias modalidades de Yoga, sendo que os elementos mais utilizados são:

Asana: são os exercícios físicos que fortalecem o corpo, aumentam sua agilidade e revinem contra várias doenças, principalmente as psicossomáticas.

Pranayama: são os exercícios respiratórios e a expansão da bioenergia através da respiração

Bandhas: fechaduras ou contrações musculares que são aplicadas para a retenção e canalização do Prana.

Kryas: atividade de purificação das mucosas Mudras: gestos reflexológicos feitos com as mãos

Puja: presentes de energia

Mantras: vocalização de sons e ultra-sons

Yoganidra: técnicas de descontração

Samyama:  concentração, meditação e samadhi. 

Yoga em Morro de São Paulo

Se você é adepto da Yoga ou mesmo desejar conhecer mais sobre o assunto durante sua estadia em Morro de São Paulo terá a oportunidade. Na ilha existem aulas regulares da prática da Yoga e também cursos. Quem ministra estas aulas e o curso é a argentina, Patrícia Benavidez, que reside em Morro de São Paulo há mais de cinco anos.

As aulas acontecem em diferentes locais e podem ser em grupo ou particulares. No caso das aulas em grupo, o custo mensal é R$ 100,00 e uma única aula R$ 20,00. A duração é de 1h15min.

Já as aulas particulares, ou seja, individuais, têm horários flexíveis de acordo com o praticante e saem por R$ 80,00 para uma pessoa a sessão e R$ 100,00 para até três pessoas na mesma aula.

Além das aulas, Patrícia realiza também um curso dirigido a quem não tem muita experiência com a Yoga e gostaria de ter mais conhecimentos. Em aulas práticas e teóricas ela aborda as técnicas utilizadas. O curso tem duração de seis horas, sendo dividido em etapas (aulas) de 1h30min cada. O valor é de R$ 350,00 e inclui uma apostila. De acordo com a professora a iniciativa é interessante  pois permite ao turista desfrutar de umas “férias temáticas”. “A ilha oferece uma geografia maravilhosa e um ambiente propício para se iniciar na prática da Yoga”, salienta Patrícia.

Portanto, se você se interessou em praticar Yoga enquanto estiver curtindo suas férias em Morro de São Paulo, anote os contatos ou tire suas dúvidas sobre a prática desta atividade. O e-mail de Patrícia é sudestada8@hotmail.com e o telefone: 00 55 (75) 9116-9624

 Passeios em Morro de São Paulo. 

Passeio Volta a Ilha

Passeio Volta a Ilha, Boipeba Plus

Passeio Volta a Ilha, Boipeba VIP

Passeio Pirata do Morro / Ponta do Curral e Gamboa

Caminhada para Garapuá

Cavalgada para Garapuá

Caminhada Ecológica para Garapuá com Canoagem

Garapuá em 4x4

Observação de Baleias com Agência Rota Tropical

Observação de Baleias com Agência Marlins

Caminhada ecológica para Fonte do Céu

City Tour com Pôr do Sol

Passeio para a Cachoeira Pancada Grande

Trilha Ecológica Tinharé Morro Galeão

Pesca Esportiva

Com agência Bonjour Bahia

Com agência Madalena Tur

Cavalgadas “Bijupirá” com agência O2 Ecoturismo

Agências de Turismo de Morro de São Paulo

Boa Onda

Bonjour Bahia

CIT Tour

Ecoturismo

Excelencia Turismo

Explora Turismo

Inova Tur

Itha do Mar

Madalena Tur

Marlins

MSP Tour

Morro Paraíso

Oceano

RBH Praias

Rota Tropical

Zulu Turismo

Atividades durante o dia pessoas sinta – se a liberdade.

Tiroleza do Morro

Mergulho com cilindro, snorkel e livre

Surf / Aulas de Surf

Kite Surf

Iatismo

Passeio a Cavalo

Aluguel de Caiaques

Banana Boat

Voo panorâmico de ultraleve

Toca do morçego

Passeio a Praia do Encanto. Este você não pode perder.

Atividades gratuítas em Morro de São Paulo

Piscinas naturais da Quarta Praia

Caminhada até os pontos panorâmicos próximos ao Farol

Visitação a Fortaleza de Tapirandu com pôr do sol

Dia de Praia na tranqüilas praias de Porto de Cima ou Ponta da Pedra

Dia de Praia na Gamboa

Banho de Argila

Passeios e excursões oferecidas pelas agências de turismo

(guiadas e não guiadas)

Em relação aos passeios que você poderá fazer quando estiver em Morro de São Paulo, pode-se dizer que opções não faltarão para conhecer outros lugares próximos a ilha ou dentro desta. O mais tradicional e divulgado é o passeio “Volta a Ilha de Tinharé”, cuja duração é de aproximadamente 7h30min e o roteiro inclui piscinas naturais em alto mar, parada na paradísiaca Boipeba e visitação no histórico Convento de Santo Antônio, em Cairu. Quem prefere algo menos demorado poderá fazer os passeios para Gamboa e Ponta do Curral, cuja duração é de menos de 5 horas e não deixa de ser uma ótima dica para desfrutar de outros pontos turísticos belíssimos de Tinharé. Para os aventureiros existem ainda trilhas em meio a Mata Atlântica e passeios por praias semi-desertas como a de Pratigi, situada após Garapuá. Saiba todas as dicas destes passeios, como os respectivos roteiros, valores e quais as agências que trabalham com estes serviços.

 

Passeio Volta a Ilha

Tempo total do passeio: 8 horas.

Lugares de saída e chegada: Saída da Terceira Praia ou do cais, às 9h30imn e chegada às 17h no cais.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 80,00

Idade recomendada: Todas as faixas etárias

Nível de dificuldade: Fácil

 Informações do passeio: O passeio Volta a Ilha de Tinharé sai durante o ano todo, em qualquer dia da semana. É suspenso somente em casos de temporais que apresentem condições desfavoráveis á navegação. Sendo os melhores meses entre outubro a abril, durante a "maré de sizígia”, ou seja, a maré presente durante as semanas de Lua Cheia e Lua Nova.

A explicação é que nestes dias a maré alta é mais alta e a baixa é mais baixa. A maré é muito importante neste passeio, já que influi na qualidade do mesmo, na parada das piscinas naturais.

O passeio não depende de lotação e sai sempre que houver pessoas interessadas, sendo necessário reservar com antecedência de no mínimo um dia e pagando-se o valor integral no ato da reserva.

Como o passeio é longo é importante levar protetor solar; boné; uma toalha ou um agasalho para o retorno; uma muda de roupa caso esteja indo somente com roupa de banho, pois não é permitido entrar em trajes de banho no Convento em Cairu; máquina fotográfica; dinheiro para o almoço e troco para as gorjetas dos guias.

Descrição do passeio: Trata-se do passeio mais tradicional de Morro de São Paulo, cujo roteiro inclui parada nas piscinas naturais de Moreré e/ou Garapuá e nas ilhas vizinhas de Boipeba e Cairú.

Permite uma visão geral do arquipélago. É realizado em lanchas e barcos flex boat. Não conta com a presença de guias, somente a do marinheiro da lancha. A primeira parada é piscinas naturais de Garapuá e/ou Moreré (óculos e snorkel não estão inclusos). O tempo nas duas piscinas é de até 50 minutos, podendo permanecer mais tempo na que apresentar melhores condições de mergulho ou ainda há a possibilidade de parar em apenas uma das piscinas.

A segunda parada é na praia de Cueira, em Boipeba, onde se degusta uma deliciosa lagosta no restaurante a céu aberto do Tio Guido. O percurso seguinte pode ser feito de lancha ou através de uma trilha de 20 minutos, que passa pela praia de Tassimirim num trecho de Mata Atlântica até a praia de Boca da Barra, que já é a terceira parada e hora para o almoço.

Após o almoço, inicia a navegação pelo Rio do Inferno com destino à ilha de Cairú, onde se faz a quarta parada. Em Cairu há a visitação no convento de Santo Antônio. No retorno para Morro, pelo Rio do Inferno, ainda há uma parada opcional em Canavieira, onde degusta-se ostras.

Passeio Volta a Ilha, Boipeba Plus (exclusivo da Agência Rota Tropical):

Tempo total do passeio: 8 horas.

Lugares de saída e chegada: Saída da sala vip da agência, na Primeira Praia, às 9h e chegada ás 17h no cais.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 115,00

Idade recomendada: Todas as faixas etárias

Nível de dificuldade: Fácil

Informações do passeio: O Passeio Volta a Ilha, Boipeba Plus, é feito exclusivamente pela Agência Rota Tropical e acontece no período que compreende o Natal ( 26 de dezembro) até o final da Ressaca. Fora deste período o passeio é vendido somente para grupos fechados, sendo realizado somente com lotação mínima de quatro  pessoas. A exemplo do Volta a Ilha tradicional, este passeio é melhor aproveitado quando o dia está com sol, podendo ser feito com maré baixa ou alta e em casos de chuvas fortes é suspenso. É preciso reservar antes e se paga 100% do valor do passeio no ato da reserva. Não esqueça de levar protetor solar, boné, uma toalha ou um agasalho para o retorno, máquina fotográfica, dinheiro para o almoço e troco para as gorjetas dos guias.

Descrição do passeio: Passeio exclusivo da Rota Tropical, com roteiro VIP que lembra um pouco o passeio Volta à Ilha. Difere-se deste, pelas paradas. As praias que são visitadas geralmente não são pontos de paradas nos demais passeios e entre estas estão as tranquilas Bainema e Moreré, local onde é a parada para almoço. Você terá a oportunidade de comer nos únicos restaurantes de Boipeba que foram indicados pelo Guia Quatro Rodas. O retorno também é feito pelo Rio do Inferno e tem acompanhamento de guia da agência e ainda estão inclusos no passeio água e frutas a bordo.

Passeio Volta a Ilha, Boipeba Vip(exclusivo da Agência Itha do Mar):

Tempo total do passeio: 8 horas.

Lugares de saída e chegada: da agência, na Primeira Praia, às 9h e chegada ás 17h no cais.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 120,00

Idade recomendada: todas as faixas etárias, não recomendado apenas para mulheres grávidas

Nível de dificuldade: Fácil

Informações do passeio: O Passeio Volta a Ilha, Boipeba Vip, exclusivo da Itha do Mar, é realizado somente no verão.

Passeio com, no máximo 10 pessoas é marcado com antecedência e suspenso somente por chuva, devido às condições do mar.

A agência salienta que os únicos itens a serem levados são alegria e roupa de banho.

Descrição do passeio: O passeio Ilha de Boipeba VIP da agência Itha do Mar, sai às 9h30 com a primeira parada nas piscinas naturais de Garapuá. A segunda parada já é em Boipeba, onde se conhece as belíssimas praias desta ilha.

A parada para o almoço é na Boca da Barra de onde se parte também para Canavieiras, para a famosa degustação de ostras. O passeio é finalizado em Cairú com a visitação histórica ao convento, retornando a Morro às 17h.

 

Passeio Pirata do Morro / Ponta do Curral e Gamboa

Tempo total do passeio: 5 horas.

Lugares de saída e chegada: Terceira Praia (próximo ao restaurante do Jacó), às 10h30min e chegada entre 15h / 15h30min no cais.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 30,00

Idade recomendada: todas as faixas etárias

Nível de dificuldade: Fácil

Informações do passeio: O passeio Ponta do Curral e Gamboa, atualmente também é chamado por “Pirata do Morro”, devido ter uma embarcação que realiza este passeio com este nome. Como o próprio nome diz, os turistas ganham um tapa-olho de pirata e lenços na cabeça se desejarem. Além desta embarcação, há outras que também fazem o mesmo roteiro.

O passeio acontece todo o ano e não há restrições em relação qualquer  a maré, podendo ser feito no mínimo 02  pessoas. Também se reserva um dia antes, pagando o valor total do passeio.

È aconselhável não estar vestindo roupas claras neste passeio devido à parada na argila, pois a argila pode manchar a roupa. Lembrando sempre do protetor solar, boné, uma toalha ou um agasalho para o retorno, máquina fotográfica e dinheiro para o almoço.

Descrição do passeio: Passeio feito nos barcos convencionais ou saveiros. Visita aos principais pontos situados ao norte de Morro: Ponta do Curral, lugar onde foi introduzido o gado bovino no Brasil, o banco de areia da Coroa e ainda a Gamboa, na encosta de argila. Logo na saída do passeio, na Terceira Praia, nas proximidades da Ilha do Caitá, se a água está limpa é feita uma parada para mergulho.

Segue-se rumo ao norte do arquipélago, passando pela Ilha da Saudade, Segunda e Primeira Praia, Encosta do Farol e Forte de Tapirandu. Na parada na encosta de argila, que dizem ser esfoliante natural para a pele, permanece-se por 30 minutos  e dependendo da maré pode-se parar no banco de areia onde é possível caminhar bem no meio da baía sobre  uma lâmina d’água. O almoço (opcional) é nas barracas situadas na beira da praia da Gamboa, onde pode-se provar a saborosa culinária local. É um dos passeios mais tranqüilos e relaxantes de Morro.

 Caminhada para Garapuá

 Tempo total do passeio: 6 horas.

Lugares de saída e chegada: Receptivo, na Segunda Praia, às 9h e chegada entre 15h / 16h no mesmo local

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 60,00

Idade recomendada: Todas as faixas etárias desde que a pessoa tenha bom condicionamento físico para a caminha que pode durar de 1h30min a 2 horas, percorrendo ao total 6 quilômetros.

Nível de dificuldade: Médio

Descrição do passeio: A caminhada para Garapuá pode ser feita durante qualquer período do ano, não tendo restrições em relação às condições da maré e sendo suspenso somente em casos de chuvas fortes. Se você curte caminhada em meio a mata este é o ideal.

Então reserve com antecedência e leve um tênis confortável ou para quem preferir um chinelo, use roupas leves, protetor solar, boné, máquina fotográfica, dinheiro para o almoço, água e repelente.

Descrição do passeio: Este passeio é uma boa uma dica para quem gosta de trilhas e atividades físicas. Percorre-se 6 quilômetros, partindo pela Praia do Encanto, pelo meio da Mata Atlântica até a praia de Garapuá que apresenta águas quentes e cristalinas. Na trilha pode-se observar espécies vegetais como bromélias de 2 metros e orquídeas de até 15 metros de altura. Garapuá tem cerca de dois quilômetros de praia praticamente deserta e um simpático povoado, onde os nativos irão lhe acolher muito bem. Nos restaurantes e quiosques, pode-se provar saborosos pratos de fruto do mar. O passeio inclui transporte em carro 4x4 no início e no fim deste.

 Caminhada Ecológica para Garapuá com Canoagem

Tempo total do passeio: Pode durar o dia todo

Lugares de saída e chegada: Sai do Receptivo (Segunda Praia) num horário a combinar e chega no final do dia, no mesmo local de saída.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 50,00

Idade recomendada: Não tem idade recomendada

Nível de dificuldade: Fácil

 Informações do passeio: Passeio que acontece somente na alta temporada e com maré alta. Realizado com no mínimo 8 a 10 pessoas, se reserva antecipadamente e paga-se o valor integral no ato da reserva. É bom usar uma sandália ou chinelo confortável e levar protetor solar, toalha, repelente, água e dinheiro.

Descrição do passeio: Segue até a Quinta Praia pela estrada do Receptivo com um veículo. Da praia inicia-se uma caminhada de 6 quilômetros pela Mata Atlântica até o rio Panã.

A partir do ponto do rio se pega a canoa em direção a Praia de Garapuá, por dentro do mangue. O percurso de canoa é de aproximadamente 40 minutos. Já na praia, usa-se um barco até as piscinas naturais localizadas em alto mar, onde se pode mergulhar.

Após as piscinas, é a hora do almoço nos restaurantes do povoado de Garapuá, onde prova-se pratos saborosos de frutos do mar. O retorno, no final do dia é com trator (jardineira) ou toyota, dependendo da quantidade de pessoas.

 Cavalgada para Garapuá

Tempo total do passeio: Pode durar o dia todo

Lugares de saída e chegada: Sai do lugar marcado pelo cliente em torno das 10h e retorna final da tarde, onde o cliente desejar.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 90,00

Idade recomendada: A partir dos 6 anos de idade

Nível de dificuldade: Médio

Informações do passeio:

Para quem curte cavalgar esta é uma ótima opção. A cavalgada pode ser individual, ou seja, somente com uma pessoa e pode ser realizada durante qualquer época do ano, desde que o tempo esteja apresentando boas condições climáticas.

É preciso reservar e paga-se 50% antecipado e 50% após o passeio. Como trata-se de uma cavalgada de preferência vista uma calça apropriada e use muito protetor solar; leve uma toalha, repelente, água e dinheiro.

Resumo do passeio: A cavalgada inicia pela Terceira Praia, passando pela Quarta e Quinta Praia. No caminho há uma trilha em meio a Mata Atlântica com fazendas de coqueirais, onde o turista se encantará com vegetação nativa e a fauna. Há muitas bromélias, pássaros e micos. Chegando ao Povoado de Garapuá o turista poderá desfrutar das belíssimas praias e saborear a deliciosa culinária local.

 Garapuá em 4x4

Tempo total do passeio: 6h30min

Lugares de saída e chegada: Sai do Receptivo (Segunda Praia), às 9h30min e chega às16h, no mesmo local

 Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 50,00

Idade recomendada: A partir dos seis anos de idade

Nível de dificuldade: Médio

Informações do passeio: O passeio para Garapuá em 4x4 é realizado em qualquer época do ano, mas de acordo com as agências que operam este roteiro, a melhor época é o verão. O passeio sai com no mínimo quatro pessoas e se reserva antecipadamente. Recomenda-se levar um traje de praia, toalha, protetor solar, boné, máquina fotográfica, uma muda de roupa, chinelo e água.

Observação de Baleias com Agência Rota Tropical

Tempo total do passeio: 4h

Lugares de saída e chegada: sai do Hotel Portaló, na entrada de Morro (próximo ao cais) às 11h e chega às 15h no cais

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 120,00

Idade recomendada: A partir dos 12 anos de idade

Nível de dificuldade: Fácil

Informações do passeio: Passeio realizado exclusivamente por duas agências de Morro é realizado somente no período que compreende a segunda quinzena de Julho e a primeira quinzena de Outubro. De preferência quando o mar está calmo, pois com o mar agitado ou em casos de chuvas fortes não sai. É feito com no mínimo quatro pessoas e com reservas antecipadas, sendo possível, no caso de clientes brasileiros, ser parcelado no cartão em até 3 vezes. Neste passeio caso ache necessário, se recomenda que pessoas que costumam enjoar no alto mar tomem antes medicação para enjôo. Além claro, dos ítens fundamentais como um traje de praia, toalha, protetor solar, boné, máquina fotográfica e um lanche leve.

Descrição do passeio: Todo ano as baleias jubarte migram em busca de águas mais quentes e tranqüilas e têm como destino o litoral do nordeste brasileiro. Ficam por aqui no período em que se reproduzem e entre suas características está a ausência de dentes, tendo apenas grandes barbatanas, as quais servem para se alimentarem e por onde filtram pequenos camarões.  É possível se aproximar destas baleias, claro, que seguindo diversos cuidados e observar seus hábitos.

É comum encontrar mães com seu filhote em águas rasas, relativamente perto da costa.

A Rota Tropical, em parceria com o Instituto Baleia Jubarte, desenvolve entre a segunda quinzena de julho até o início de outubro, o passeio de observação de baleias em Morro de São Paulo. A iniciativa, além de ser um passeio muito interessante, é também uma forma de colaborar com a preservação desta espécie,  já que parte do valor do passeio é revertido ao Instituto Baleia Jubarte. Antes do passeio há uma palestra ministrada pelos biólogos do Instituto e estes junto com um guia da agência acompanham os turistas nos passeios para coletar dados científicos.

 Caminhada Ecológica para Fonte do Céu

Tempo total do passeio: 5 horas

Lugares de saída e chegada: sai das agências que operam o passeio e retorna às 16h no mesmo local.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 25,00

 Idade recomendada: A partir dos 8 anos de idade

 Nível de dificuldade: Médio

Informações do passeio: A caminhada para a Fonte do Céu pode ser feita em qualquer época do ano até mesmo com chuva.A lotação é com no mínimo com 2 pessoas e reserva-se antecipadamente, pagando antes ou não, a combinar.Para fazer este passeio você deverá levar toalha, protetor solar, boné, máquina fotográfica, chinelo ou tênis conforme sua preferência, água e dinheiro.

Descrição do passeio: A caminhada inicia na Vila, passando pela Fonte Grande e seguindo em direção ao bairro Nossa Senhora da Luz. Parada no mirante, de onde se tem vista para o povoado da Gamboa, para a cidade de Valença e farol do Morro. Se pega uma trilha pela Mata Atlântica até a cascata Fonte do Céu. Em seguida para-se no atelier de artesanato e segue-se para o banho da argila. No final do passeio, após a parada na argila, há a opção de almoçar nas barracas da Praia Linda, em Gamboa.

 City Tour com Pôr do Sol

 Descrição do passeio: City tour ecológico pelo Morro, com visita ao Farol e à Tirolesa. No final o passeio é coroado com um belíssimo pôr do sol.

Tempo total do passeio: 2 horas

Lugares de saída e chegada: sai das agências que operam o passeio, às 16h e retorna às 18h na pousada do cliente.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 15,00

Idade recomendada: A partir dos 10 anos de idade

Nível de dificuldade: Médio

Informações do passeio: Passeio oferecido por algumas agências que pode sair em qualquer período do ano, desde que esteja tempo bom, propício para pôr do sol. Pode também ser individual, apenas com uma pessoa. Importante levar uma máquina fotográfica para registrar o belíssimo pôr do sol e caso ache necessário calçar um tênis para caminhada e levar água e dinheiro para comprar alguma coisa caso precise.

 

Passeio para a Cachoeira Pancada Grande

Tempo total do passeio: 8 horas (aproximadamente)

Lugares de saída e chegada: sai da agência que opera o passeio, às 8h e retorna às 16h no cais

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 90,00

Idade recomendada: Não há faixa etária recomendada, porém, não é aconselhável à pessoas com mais de 60 anos devido as dificuldades de  acesso da caminhada.

Nível de dificuldade: Médio

Informações do passeio: A melhor época para se fazer este passeio é quando o rio está cheio, geralmente no inverno. Porém, a freqüência é todo o ano mesmo com chuva. Para ser realizado deve ter no mínimo três pessoas. Lembre de levar algumas coisas que lhe serão úteis no passeio como: boné, tênis para caminhada, protetor solar, traje de banho, uma muda de roupa, máquina fotográfica, água e dinheiro.

Descrição do passeio: Parte-se do cais de Morro em lancha rápida ou barco convencional até o atracadouro Bom Jardim, onde se pega um carro (o veículo usado dependerá da quantidade de pessoas, podendo ser palio ou Van). Percorre-se 40 quilômetros até o local onde fica a Cachoeira da Pancada Grande. Sua localização é próxima a Ituberá, no Rio Serinhaém. A permanência na cachoeira dependerá do grupo, podendo ser até 2 horas de visitação incluindo banhos na cachoeira e caminhadas pela região. O retorno é igual a ida, com carro e barco até Morro.

 Trilha Ecológica Tinharé Morro Galeão

Tempo total do passeio: 9 horas

Lugares de saída e chegada: sai da Agência Marlins, na Rua Caminho da Praia às 08h e chega às 17h no cais

Valor (valor de baixa e alta temporada): Não informado

 Idade recomendada: A partir dos 12 anos de idade

Nível de dificuldade: Médio

Informações do passeio:  Trilha onde se conhece um pouco da história, cultura e belezas naturais da mata primitiva da Ilha Tinharé. O passeio inclui acompanhamento de um guia (português), água mineral e barco de retorno a Morro. Não está incluso almoço, nem gorjetas. Você deve levar protetor solar, calçados e roupas leves, boné e repelente.

Descrição do passeio: O passeio inicia por uma caminhada saindo de Morro através de uma trilha ou pela praia rumo a Gamboa.

No povoado da Gamboa se faz uma visita a vila dos pescadores e a igreja. Através de outra trilha de 12 quilômetros prossegue para outro povoado, Galeão, passando por manguezais e observando guaiamus e outras espécies. Ne

Nesta parte do roteiro há uma apresentação do guia que trabalhou 20 anos no cultivo, manejo e transporte da piaçava.

Após o término da palestra continua a caminhada pela trilha até chegar ao rio, onde se pode tomar um refrescante banho e chega-se ao povoado de Galeão. Já no povoado se visita a Igreja de São Francisco de Assis, no alto da colina e de onde se tem a melhor vista da Ilha de Tinharé.

O passeio se encerra com um delicioso almoço no vilarejo e parte-se para Morro com um barco.

 Pesca Esportiva com Agência Bonjour Bahia

Tempo total do passeio: Depende do cliente, podendo ser de no mínimo 3 horas aproximadamente.

 Lugares de saída e chegada: sai do cais de Morro, às 06 horas da manhã e a chegada vai depender do cliente o local de retorno.

 Valor: (valor de baixa e alta temporada): R$ 300,00 até 4 pessoas

 Idade recomendada: Não há faixa etária recomendada.

 Nível de dificuldade: Fácil

 Informações do passeio: Para os “amantes” da pesca, esta é uma diversão garantida!

O passeio sai durante o ano todo, porém, a agência salienta que  a melhor época é nos meses do verão devido serem propícios à pesca. Para fazer este passeio é necessário reservar pelo menos um dia antes, tendo que pagar 50% antecipado e 50% após.

É suspenso somente em  casos de chuvas fortes e aconselha-se levar para proteger-se do sol boné e protetor solar; traje de banho; máquina fotográfica; água ou outra bebida da preferência do cliente.

Todo o material da pesca, desde isca até anzóis é fornecido pela agência. É recomendado para pessoas que costumam enjoar no mar, uma medicação para enjôos.

Descrição do passeio: O passeio de Pesca da agência Boujour Bahia começa nas primeiras luzes do dia, quando embarca-se com todo o material para pescar as sardinhas de rede que serão usadas como isca.

Após, inicia a pesca no mar com um pescador nativo, experimentado e admirando a nascente do sol na ilha ainda adormecida. No estuário do Rio Una se encontra uma placa submarina rica em todo tipos de peixes da região.

 

Pesca Esportiva com Agência Madalena Tur

Tempo total do passeio: Pode durar até 5 horas

Lugares de saída e chegada: sai do cais de Morro ou da Terceira Praia, dependendo do cliente, às 5h30min da manhã e retorna no mesmo local de saída por volta das 10h30 ou 11h.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 250,00 para até quatro pessoas no barco

Idade recomendada: Não há faixa etária recomendada.

Nível de dificuldade: Médio

Informações do passeio: Sempre que o tempo estiver bom e o mar não estiver agitado ou com chuvas fortes, acontece a pesa esportiva da Agência Madalena Tur. Além de alegria e descontração, se recomeda que os clientes levem um boné; protetor solar; traje de banho; máquina fotográfica; água ou outra bebida da preferência do cliente. O material para a pesca, da isca até anzol é fornecido pela agência.

Descrição do passeio: A pesca é realizada há cerca de uma milha náutica. Geralmente no verão há a pesca de com o barco navegando e puxando a linha com a isca pressa com o anzol na ponta. No inverno acontece normalmente a pesca de fundo com o barco parado. A costa de Morro de São Paulo oferece uma grande diversidade de peixes. A trajetória e/ou a duração poderá ser alterada de acordo com as necessidades do turista, assim como acerto de tarifas adicionais.

 

Cavalgadas “Bijupirá” com agência O2 Ecoturismo

 Tempo total do passeio: De 02 a 09 horas, dependendo do roteiro escolhido.

Lugares de saída e chegada: sai da Terceira Praia, dependendo do roteiro, às 9h ou 9h30min da manhã e retorna pelo mesmo local, dependendo da escolha do passeio por volta das 11h ou 18h.

Valor (valor de baixa e alta temporada): R$ 40,00 a R$ 130,00

Idade recomendada: A partir dos 6 anos de idade

Nível de dificuldade: Médio

Informações do passeio: Roteiro de cavalgada por cinco lugares de Tinharé, incluindo degustações de bebidas e pescados, trilhas pela mata atlântica e fazendas de coqueirais.

Descrição do passeio: As Cavalgadas de “Bijupirá” incluem cinco tipos de roteiros:

Fonte do Céu – Passa pela Quarta Praia, nas piscinas naturais e pelo Povoado do Zimbo. Percorrendo a estrada que leva do Zimbo ao mirante com vista para Valença, Guaibim e Salvador. Na seqüência trilha até a cascata “Fonte do Céu”, com 30 minutos de parada, onde diz à lenda que ao entrar na “gruta da fonte” fazendo um pedido o mesmo será atendido.

 Garapuá - Cavalgada pela Quarta Praia e Quinta Praia, com degustação de cachaça no Alambique do Hotel Praia do Encanto numa parada 20 minutos. Logo após trilha pela mata atlântica onde existem fazendas de coqueirais, uma enorme quantidade de bromélias, pássaros e micos. Chegando ao Povoado de Garapuá onde o turista poderá se deliciar com as belíssimas praias e saborear a maravilhosa “Lagosta Grelhada”.

Gamboa indo pelo Povoado do Zimbo - Cavalgada pela Quarta Praia, passando pelo Povoado do Zimbo e percorrendo a estrada que leva do Zimbo ao mirante com vista para Valença, Guaibim e Salvador.

Na seqüência, trilha até a cascata “Fonte do Céu” e após o banho na fonte, segue-se até a Encosta da Argila para o famoso banho de argila e depois para o Povoado da Gamboa para um almoço na vila (não incluído).

Praia do Encanto - Saída da Terceira Praia, passando pela Quarta Praia, Quinta Praia, degustação de cachaça no Alambique do Hotel Praia do Encanto, com uma parada 20minutos.

 Boipeba – O roteiro inicia com uma cavalgada pela Quarta Praia, Quinta Praia (com degustação de cachaça no Alambique do Hotel Praia do Encanto).

Trilha pela Mata Atlântica até Garapuá com trilhas pelas praias que levam até o Rio do Inferno, marco divisório das duas Ilhas: Tinharé e Boipeba. A travessia é de barco (incluído). Almoço na Boca da Barra.

Morro de São Paulo possui ao todo 16 agências de turismo localizadas na parte central e nas praias com roteiros por especialidades e ampla gama de serviços. Neste tópico, oferecemos todas as informações necessárias para que você possa pesquisar os serviços prestados por estes estabelecimentos.

s agências o auxiliarão a arganizar a sua viagem com reservas, traslados, passeios e outros serviços. Entre em contato com elas para facilitar a sua viagem em Morro. Segue abaixo a lista completa destas agências e suas respectivas informações, serviços e contatos:

Boa onda Telefone: 00 55 (75) 3652 - 1744

Endereço: Rua Caminho da Praia, nº 78 -Vila

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cartões (Mastercard, Visa, Visa Electron e  Dinners)

 Horário e dias de funcionamento da agência: segunda a segunda, das 8h às 22h e no verão das 8h ás 23h.

Atende nos seguintes idiomas: alemão, inglês, português, espanhol e francês

Bonjour Bahia

Formas de pagamento aceitas:

Dinheiro e cartões (Mastercard,Visa, Visa Electron e American Express)

 Horário e dias de funcionamento da agência:

segunda a segunda, das 8h às 21h.

Atende nos seguintes idiomas:

Português, Inglês, Francês e Espanhol

Serviços que oferecem: Passeios; receptivos; reservas de hotéis e pousadas em Morro de São Paulo; Salvador e outros destinos turísticos na Bahia e no Brasil; transfers para Itacaré; Chapada Diamantina; Salvador e Costa do Sauípe; Traslados aéreos (Aerostar e Addey); marítimos (catamarã e lanchas rápidas) e venda de passagens aéreas nacionais.

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, Ponta do Curral e Gamboa, Garapuá com toyota (4x4) e Caminhada a Garapuá, Caminhada Ecológica, Pesca e City Tour

CIT Tour

Telefone: 00 55 (75) 3652 – 1083

Endereço: Praça Aureliano Lima, s/nº - Vila

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cheque (dependendo do serviço ou valor) e cartões (Mastercard e Visa

O2 Ecoturismo

 Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cheque e cartões (Mastercard, Rede Shop, Visa e American Express). Os cartões somente em compras realizadas pelo portal. Também são aceitas moedas estrangeiras.

 Horário e dias de funcionamento da agência: Segunda a Sábado, das 8h30min às 21h.

Atende nos seguintes idiomas: Espanhol e Português.

 Serviços que oferecem: Receptivos, traslados aéreos (Aerostar e Addey), marítimos (catamarã e lanchas rápidas) e terrestres, venda de passagens aéreas nacionais e para América Latina; receptivo; hospedagem em Morro de São Paulo, Salvador e outros destinos turísticos dentro do Brasil e também no exterior; transfer para Salvador, Barra Grande, Itacaré, Lençóis Praia do Forte e outros destinos baianos; excursões; reservas de passeios especiais; fretamento de barco, lancha, ônibus, aviões pequenos ou helicópteros; aluguel de carros; aulas de surf e aluguel de diversos equipamentos para a prática de esportes na praia.

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, “Passeio Pirata do Morro” (Ponta do Curral e Gamboa), Garapuá com toyota (4x4), Caminhada para Garapuá, Caminhada Ecológica e City Tour.

Excelência Turismo

Telefone: 00 55 (75) 3652 – 1758 ou (75) 8831 – 9130 ou (75) 8831 – 9260

Endereço: Rua da Prainha – Galeria do Farol – Sala 04

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cheque e cartões (Mastercard, Visa e American eExpress)

Horário e dias de funcionamento da agência: segunda a segunda, das 8h às 22h. Na alta temporada 8h à meia noite

Atende nos seguintes idiomas: Espanhol, Inglês e Português.

 Horário e dias de funcionamento da agência: segunda a segunda, das 07h30min às 21h.

Atende nos seguintes idiomas: Português , alemão, inglês,  espanhol e italiano

Serviços que oferecem: Receptivo, traslado aéreo (MSP/SSA/MSP) AeroStar), traslado marítimo (catamarã), excursões, diversos passeios na ilha de Tinharé e fretamentos aéreos.

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, Ponta do Curral e Gamboa, Passeio de toyota em geral, Caminhada para Gamboa, Caminhada para Garapuá.

Inova Tur

Telefone: 00 55 (75) 3652 - 1174

Endereço: Praça Aureliano Lima, s/nº - Vila

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cheque, cartões (Mastercard e Visa) e depósito bancário.

Horário e dias de funcionamento da agência: Segunda a Segunda, das 8h às 22h. 8h às 23h no verão

Atende nos seguintes idiomas: Português.

Serviços que oferecem: Traslados aéreos (Aerostar e Addey) e marítimos (catamarã e lanchas rápidas), venda de passagens aéreas nacionais e internacionais; receptivo; hospedagem em Morro de São Paulo, Salvador e outros destinos turísticos dentro do Brasil; transfer para Salvador, Barra Grande, Itacaré, Porto Seguro e Ihéus; excursões; city tour em Salvador; receptivos em Salvador e passeios.

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, Ponta do Curral e Gamboa, Garapuá com toyota (4x4), Caminhada Ecológica para Garapuá com Canoagem, Caminhada Ecológica e City Tour.

Explora Turismo

Telefone: 00 55 (75) 3652 - 1312

Endereço: Rua da Segunda Praia, s/nº (Receptivo)

 Formas de pagamento aceitas: AERO STAR – Dinheiro, cheque, cartões Visa, Mastercard e AMEX e na  EXPLORA TURISMO – Dinheiro ou cheque

Serviços que oferecem: Receptivo; traslados aéreos (Aerostar) e marítimos (catamarã e lanchas rápidas); hospedagem em Morro de São Paulo; transfer para Salvador, Barra Grande, Itacaré, Lençóis, Praia do Forte e outros destinos baianos; excursões e passeios

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, “Passeio Pirata do Morro” (Ponta do Curral e Gamboa) e Garapuá com toyota (4x4).

Itha do mar

Telefone:  00 55 (75) 3652 - 1104

Endereço: Rua da Prainha,nº 11

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cheque e cartões (Mastercard, Rede Shop, Visa e American Express)

 Horário e dias de funcionamento da agência: segunda a segunda, das 8h às 19h

Serviços que oferecem: Receptivos, passeios, traslados aéreos e marítimos, e reservas de pousadas

Passeios e excursões que oferecem: Volta a Ilha de Boipeba, Ilha de Boipeba VIP, Caminhada para Garapuá, Garapuá com toyota, Cavalgadas, Caminha Ecológica Fonte do Céu e Ponta do Curral e Gamboa.

Marlins Turismo

Telefone: 00 55 (75) 3652 – 1451

Endereço: Rua da Prainha, s/nº  

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cheque e cartões

Horário e dias de funcionamento da agência: segunda a segunda, das 8h às 23h.

Atende nos seguintes idiomas: Espanhol, Inglês e Português.

Serviços que oferecem: vendas e reservas de traslados marítimos, aéreos nacionais e internacionais, reservas de pousadas em Morro, passeios, transfer de carros para Boipeba, Itacaré, Barra Grande, Porto Seguro, Lençóis e Salvador. Traslado do Terminal Marítimo e Aeroporto (vice-versa) com vários horários.

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, Ponta do Curral e Gamboa, Caminhada Ecológica, Observação de Baleias e Trilha Morro Galeão

Madalena Tur

Telefone: 00 55 (75) 3652 – 1317

Endereço: Segunda Praia, s/nº 

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cheque e cartões (Mastercard e Visa)

 Horário e dias de funcionamento da agência: segunda a sábado, das 8h às 22h. Não abre aos domingos

 Atende nos seguintes idiomas: Espanhol, Inglês, Francês e Português.

Serviços que oferecem: Passeios, receptivos; reservas de hotéis e pousadas em Morro de São Paulo; transfers para Itacaré, Salvador, Bom Despacho, Barra Grande e Porto Seguro e traslados aéreos (Aerostar e Addey), marítimos (catamarã e lanchas rápidas)

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, Ponta do Curral e Gamboa, Garapuá com toyota (4x4), Caminhada a Garapuá, Cavalgada a Garapuá; Caminhada Ecológica, Pesca esportiva e City Tour.

MSP Tur

Telefone: 00 55 (75) 9955 – 5202

Endereço: Rua Caminho da Praia, s/nº - Vila

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro e cheque

Horário e dias de funcionamento da agência: Segunda a Segunda, das 8h às 23h.

Atende nos seguintes idiomas: Português.

Serviços que oferecem: Receptivo; traslados aéreos (Aerostar e Addey) e marítimos (catamarã e lanchas rápidas); hospedagem em Morro de São Paulo; transfer para Salvador, Barra Grande, Itacaré, Lençóis, Praia do Forte e outros destinos baianos; excursões e passeios

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, “Passeio Pirata do Morro” (Ponta do Curral e Gamboa), Garapuá com toyota (4x4), Caminhada Ecológica e City Tour.

Morro Paraíso

Telefone:

0 55 (75) 3652 - 1034

Endereço: Rua da Segunda Praia s/n

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro e cartão (Mastercard e Visa)

Horário e dias de funcionamento da agência: Segunda a Segunda, das 08h às 23h

Atende nos seguintes idiomas: Inglês e Português

Serviços que oferecem: Venda de pacotes turísticos incluindo receptivos, transfer, traslado aéreo ou marítimo, hospedagem e passeios; venda de passagens aéreas nacionais e internacionais; receptivo; hospedagem em Morro de São Paulo, Salvador e outros destinos turísticos dentro do Brasil; traslados (catamarãs e táxi aéreo); transfer rodoviários para Lençóis, Salvador, Barra Grande, Itacaré, Porto Seguro e Ihéus; excursões e fretamentos de lanchas, barcos, e ônibus.

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, Ponta do Curral e Gamboa, Garapuá com toyota (4x4) e Caminhada Ecológica.

Oceano

 Telefone: 00 55 (75) 3652 – 1212 ou (75) 8836 – 4171 ou (75) 9132 - 2556

Endereço: Praça Aureliano Lima, s/nº  -Vila

 Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cheque, cartões (Mastercard, Visa, Visa Electron e  American Express)

Horário e dias de funcionamento da agência: segunda a segunda, das 8h às 22h.

Atende nos seguintes idiomas: Espanhol, Inglês, Italiano e Português.

Serviços que oferecem: Aluguel de pranchas; escola de surf; venda de passagens aéreas nacionais e internacionais; receptivo; hospedagem em qualquer destino do Brasil; traslados aéreos (Aerostar e Addey), marítimos (catamarã e lanchas rápidas), transfer rodoviários para Salvador, Barra Grande e Itacaré; excursões e fretamentos de lanchas, barcos, aviões pequenos e ônibus.

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, Ponta do Curral e Gamboa, Garapuá com toyota (4x4), Caminhada Ecológica e City Tour.

Rota Tropical

Telefone: 00 55 (75) 3652 - 1284

Endereço: Rua da Prainha, 75 - Primeira Praia

Formas de pagamento aceitas: Dinheiro, cartões (Mastercard, Visa, Visa Electron, American Express e Dinners) e depósito via Banco do Brasil

Horário e dias de funcionamento da agência: segunda a segunda, das 08h30min às 21h. Fecha para almoço entre 12 e 13h.

Atende nos seguintes idiomas: Alemão, Espanhol, Inglês, Italiano e Português.

Serviços que oferecem: Traslados aéreos (Aerostar e Addey), marítimos (catamarã e lanchas rápidas) e terrestres, reservas de hotéis e pousadas em Morro de São Paulo, Salvador, Praia do Forte, Barra Grande e Itacaré, venda de passagens aéreas nacionais e internacionais, receptivo, excursões, transfer à Itacaré e Salvador e pacotes turíticos (com passagens, hospedagem e roteiros) para outros destinos turísticos e fretamentos de lanchas, barcos, helicópteros e aviões pequenos.

Passeios e excursões que oferecem: Volta à Ilha, Boipeba Plus, Ponta do Curral e Gamboa, Caminhada para Garapuá e observação de baleias.

Volta à Ilha : A agência fornece um mapa auto-explicativo no idioma do cliente

Atividades durante o dia independentes

Tiroleza do Morro

Uma excelente dica para se fazer durante o dia e recomendada para quem curte um “friozinho na barriga”, é a Tiroleza, que possui 350 metros de cabo a 70 metros do chão e é considerada a maior tirolesa do Brasil de aventura dentro d’água. Você cairá direto nas águas da  Primeira Praia.  A Tirolesa fica situada no mirante do Farol e o acesso é feito pela trilha que fica em frente à Igreja Nossa Senhora da Luz. A caminhada é de aproximadamente 10 minutos. O valor é R$ 25,00 por pessoa e dependendo do peso do usuário e impulso, a duração poderá ser de aproximadamente 20 segundos.

Existe um ponto para compra do ticket e mais informações na Primeira Praia. Saiba mais sobre a Tiroleza no link Primeira Praia/Tiroleza.

Mergulho com cilindro, snorkel ou livre

Ótima pedida é mergulhar nas águas mansas e cristalinas de Morro de São Paulo. Em qualquer uma das praias, você poderá praticar o mergulho, basta ficar de olho na maré para saber se o mar apresenta as condições ideais. Se você desejar apenas mergulhar com um snorkel, há alguns pontos de aluguéis de equipamentos na Segunda e Terceira Praia que cobram cerca de R$ 5,00 a máscara e o snorkel. Se preferir ir mais fundo no assunto, ou seja, mergulhar com cilindro, há uma operadora de mergulho, situada na Primeira Praia especializada. Você terá o assessoramento de profissionais e pontos especiais para a prática do mergulho. Se informe sobre os pontos para mergulho em Morro de São Paulo no link Esportes/Mergulho.

Surf / Aulas de Surf

Uma bela dica de atividade diurna. Além de estar praticando uma atividade física, você estará usufruindo das belezas naturais de Morro de São Paulo. Os  points do surf em Morro é na Primeira Praia, na Pedra do Moleque e na Quebracinha. Existe, inclusive, nesta Praia, uma escola de surf, a “Morro de São Paulo Surf School” que além de alugar pranchas, também oferece aulas. Aluguel de prancha por hora R$ 10,00 ou a diária R$ 30,00. A aula para turista custa R$ 40,00 (uma hora). Ainda existem outros pontos para alugar pranchas em algumas lojas na Vila, Rua da Prainha e Segunda Praia. Informe-se no link Esportes/Surf e venha pegar umas ondas em Morro.

Kite Surf

Este nova modalidade esportiva, está cada vez mais se propagando e conquistando praticantes em Morro de São Paulo. O lugar ideal para praticar kite surf é a Quarta Praia, onde tem um ponto de aula e aluguel de equipamentos. Pode ser uma excelente dica para você se exercitar em contato direto com o mar numa das praias mais belas da ilha. O esporte é recomendado para qualquer faixa etária, até mesmo crianças a partir de 6 anos de idade, porém, é necessário a companhia de um profissional ou de uma pessoa que já tenha o praticado o esporte.

Iatismo

Desde caiaque até barcos maiores como catamarã, passando por wind surf, você encontrará no Clube de Velas. Todos os motivos para passar o dia no equipamento de sua preferência velejando pelas águas de Morro de São Paulo. No local, além de alugar equipamentos de náutica, também são ministradas aulas por profissionais experientes no assunto.

O Clube de Velas fica na Praia da Gamboa e mais dicas você tem no link Como Chegar em Embarcação Própria em MSP / Clube de Vela de Gamboa do Morro.

Passeio a Cavalo

Que tal uma cavalgada pela beira da praia ? Na Quarta e Quinta Praia há pontos de aluguel de cavalos, sendo estas praias ideais para cavalgadas. Ainda há a possibilidade de fazer roteiros como para a Fonte do Céu ou Garapuá, acompanhado pelos proprietários dos cavalos. É uma boa dica para os dias de chuva. A hora do aluguel de um cavalo custa em média R$ 25,00.  Segue alguns contatos de aluguéis de cavalos e acima na descrição dos passeio confira o roteiro Cavalgadas “Bijupirá” da agência O2 Ecoturismo.

José: 00 55 (75) 9917 – 4424 ou (75) 3652 – 1443 (à noite)

Aluguel de Caiaques

Passear pelas águas da ilha com um caiaque.  Perfeito para queimar calorias e ainda admirar o cenário paradisíaco das praias de Morro. O aluguel por uma hora de caiaque custa a partir de R$ 10,00 e você encontrará pontos de aluguel deste equipamento na Primeira Praia (junto a Banana Boat) e na Terceira Praia (na Zimbo Dive) e outro próximo a Fazenda Caeira.

Banana Boat

Também nas águas da Primeira Praia, há outra dica para os aventureiros: a  Banana Boat. O ponto de venda fica na beira da praia, sendo que uma volta na banana tem duração de 15 a 20 minutos e custa R$ 20,00 por pessoa. Durante uma volta, você passará pela Ilha do Caitá, chegando à Terceira Praia e retornando a Primeira. Emoção não vai faltar! Mais dicas sobre a Banana Boat, você encontrará no link Primeira Praia/Banana Boat.

Voo panorâmico de ultraleve

Já imaginou sobrevoar Morro de São Paulo, passando pelas praias e assistindo o belíssimo visual das praias com o cenário de águas cristalinas, coqueirais e areia branquinha. Pois pode se preparar para sentir esta emoção! O voo panorâmico de ultraleve com duração de 15 a 20 minutos custa R$ 95,00 por pessoa e passa pelas praias, da Primeira até a Praia do Encanto (Quinta Praia) incluindo ainda uma passada pelo Farol. A saída é do cais de Morro, onde o cliente embarca num bote até o Clube de Velas, na Gamboa e de onde sai o vôo. A única restrição é pesar até 95 quilos e de preferência maré baixa ou média. O contato para fazer o vôo é o 00 55 75  3653 – 7131 (Clube de Velas) ou 00 55 75 9922 – 2349. Também podem serem feitos fretamentos até Boipeba, com valor a combinar.

Toca do Morçego

No fim de tarde para apreciar o belíssimo visual do pôr do sol, um dos points mais procurados em Morro é a Toca do Morcego. Trata-se de um lounge que abre de dia na hora do pôr e a noite nas baladas geralmente das sextas-feiras. Decorado com almofadas e redes espalhadas pela grande área verde a Toca, reúne todas as tribos no entardecer embalados com música ao vivo e bar aberto com bebidas e petiscos. Vale a pena visitar o local.

Atividades diurnas gratuítas para fazer em Morro de São Paulo

Piscinas naturais da Quarta Praia

Caminhe pelas praias, da Primeira até a Quarta Praia você levará em média 40 minutos andando. Quando chegar na Quarta Praia, conheça as piscinas naturais que se formam com a maré baixa.

É diversão garantida para crianças e adultos, os peixinhos multicoloridos que alimentam-se em sua mão com farelos de pães. Após se refrescar nas piscinas naturais, relaxe sob o sol numa espreguiçadeira na beira da praia. Na Quarta Praia existem dois restaurantes ótimos: o Restaurante Pimenta Rosa, que possui espreguiçadeiras espalhadas pelo deck de frente para o mar e o Bar das Piscinas.

Caminhada até os pontos panorâmicos próximos ao farol

Uma bela dica é fazer uma caminhada, seja durante qualquer hora do dia ou no pôr do sol, no ponto panorâmico que tem próximo ao Farol ou na Tiroleza.

Se tem uma visão deslumbrante das praias, podendo se enxergar até a Quarta Praia. O Farol foi Construído em 1855 e servia para orientar os navegadores na costa.

Visitação a Fortaleza de Tapirandu com pôr do sol

Construída no ano de 1630, a Fortaleza de Tapirandu serviu para proteger a região da entrada de esquadras inimigas e projetou Morro de São Paulo dentro do contexto histórico de defesa da Baía de Todos os Santos. É um  belo cenário no final do dia para apreciar o pôr do sol. Se você estiver sorte, irá ainda assistir juntamente com pôr do sol, o espetáculo dos golfinhos, que nadam nas proximidades. Daí uma boa dica para o seu final de dia.

Dia de Praia nas tranqüilas praias de Porto de Cima ou Ponta da Pedra

Praias mais reservadas e não tão conhecidas pelos turistas, as Praias do Porto de Cima e da Ponta da Pedra ficam localizadas na parte noroeste da ilha. Uma ao lado da outra e a cerca de 450 metros da  parte central de Morro de São Paulo. Possuem pequenas e estreitas faixas de areia, com águas tranquilas e transparentes. Perfeitas para relaxar e passar o dia desfrutando do belo cenário destas praias. Não há infraestrutura nas praias, apenas dois restaurantes.

Dia de Praia na Gamboa

A larga faixa de areia branquinha da Gamboa, é um convite aos prazeres que esta praia pode oferecer. Povoado localizado ao lado de Morro, Gamboa possui uma praia sossegada e ideal para fugir do agito das praias de Morro. Com barracas e restaurantes espalhados pela beira da praia, você terá a oportunidade de provar as temperadas comidas típicas servidas e os petiscos de frutos do mar que são de comer “ajoelhado”. A distância de Morro de São Paulo até o começo da praia da Gamboa é de 1.700 metros, levando em média o tempo de 20 minutos andando ou 10 minutos de barco convencional, que parte do cais de Morro.

Banho de Argila

Na caminhada desde Morro de São Paulo até a Gamboa, você passará por uma grande parede de argila. Parada obrigatória nos passeios de barco da Gamboa e Ponta do Curral, esta parede é famosa também, porque segundo os moradores da ilha, possui propriedade esfoliante.

Dizem ser ótima para a pele e não tem um turista sequer que passe pelo local e não espalhe a argila pelo corpo todo. www.praiadoencanto.com.br

 

new balance heren hogan schoenen nike air huarache nike roshe run nike sb adidas yeezy kopen mont blanc pen nike corte valentino schoenen hollister sale oakley zonnebril louis vuitton tas nike air force nike free rn nike schoenen fila sneakers nike air max 95 new balance dames ray ban zonnebril michael kors tas adidas superstar sale Timberland Schoenen puma sneakers nike huarache balenciaga sneakers polo shirt Adidas Schoenen nike outlet new era pet Ralph Lauren Schoenen puma schoenen nike flynit ray ban brillen asics sneakers adidas superstar dames polo ralph lauren sale converse sale louis vuitton riem adidas voetbalschoenen

© morrodesaopauloonline.com.br - 2017 - Todos os direitos reservados

 

Both the Rolex Datejust II and Rolex Day-Date II replica watches have famously legible and attractive dials. The Rolex Datejust II has baton or Arabic hour numerals while the Day-Day II has baton or Roman numeral hour markers. Aside from style differences it should be noted that the sportier Rolex Datejust II has lume on its dial while the Rolex Day-Date II replica watches dials do not have applied luminant on them (for viewing the dial in the dark). Aside from the Submariner, the Rolex Datejust replica watches uk is probably the second most popular Rolex timepiece, and among the brand's higher-end models, the Rolex Day-Date II replica watches is among the top choices next to fancier versions of the Daytona. Depending on your budget there are lots of versions, and these are great watches to own being classics in their own right and extremely good keepers of value. Complaints? Really not many. Rolex replica watches sale has so many types of watches that there is something for everyone.